“Em saída!…”

Com a nota Pastoral do Sr. Bispo D. Nuno Brás de 8 de maio dando as instruções para a abertura das igrejas e da Comunicação do Sr. Presidente do Governo Regional de 8 de maio em que são permitidas a abertura das igrejas em determinadas condições a parti de 9 de maio, venho comunicar-vos que a nossa igreja matriz da Ribeira Brava, abre na 2ª feira dia 11 de maio, mas temos de cumprir as recomendações para bem de todos nós. Sabemos que o vírus ainda não desapareceu e para que não haja contágios, peço que as visitas à igreja e a presença nas missas é da responsabilidade de todos. A igreja abre à semana das 8h às 2h com missa às 8h15. Sábado a missa às 17h e domingo: 7h, 8h30, 10h e 12h. Após as missas temos que desinfestar os bancos. Os Escuteiros da Ribeira Brava vão ajudar-nos a seguir as orientações e agradeço o serviço. Só pode haver missa num único lugar (escolhi a igreja), logo não há nas capelas. Ao melhorar a situação pensamos no assunto. A celebração dos funerais continua no cemitério com a família. Todos temos de usar máscara para entrar na igreja e desinfetar as mãos, sem exceção de ninguém. Como é menos gente nas missas, estas são de manhã e seguidas, caso alguém tenha de esperar por outra ou fica então no adro com a distância social, como dentro da igreja. À tarde a igreja fecha.

Escrevi no título em “Saída…”, lembrando-me do Papa Francisco. O vírus obrigou à saída das certezas, hábitos, poderes, manias, tradições, festas e celebrações. E vejamos agora os batizados, as primeiras comunhões, a profissão de fé, os casamentos! Novo mundo a viver. Força! Que São Bento nos acuda e Deus nos livre! 

 

Agenda da paróquia que perdura enquanto vigorar a  atual situação sanitária.

Abertura das Igrejas a partir de 9 de maio. Conforme a Nota Pastoral do Sr. Bispo D. Nuno Brás de 8 de maio e da Comunicação do Sr. Presidente do Governo Regional de 8 de maio de 2020, as igrejas podem abrir a partir de 9 de maio, respeitando as recomendações sanitárias. Assim a Igreja Matriz da Ribeira Brava reabre aos fiéis na 2ª feira, dia 11 de maio. Veja-se o cartaz com o horário, sff. Todos seguimos as recomendações:

  1 .É nossa responsabilidade para que tudo corra bem cumprir com as recomendações para frequência da igreja. Vamos todos fazer a nossa parte!

 – Uso obrigatório de máscara

 – Desinfectar as mãos

 – Entrar pelo centro e sair pelos lados

 – Sentar-se só nos lugares assinalados

 – Não Gesto de paz

 -Comunhão só na mão.

 2. Horário Abertura da igreja:

                SEMANA: 2ª feira a Sábado: 9h30 – 12h

                                 3ª feira a 6ª feira: 8h – 12h

                                Domingo: 6h45 – 13h

3. HORÁRIO DAS MISSAS

          SEMANA: 3 ª feira a 6ª feira: 8h15

                           Sábado: 17h

                           Domingo: 7h, 8h30, 10h, 12h

 

 

Mesa da Palavra – V DOMINGO DE PÁSCOA
 

 

 1ª Leitura: Act 6, 1-7 – Por esses dias, como o número de discípulos ia aumentando, houve queixas dos helenistas contra os hebreus, porque as suas viúvas eram esquecidas no serviço diário. 2 Os Doze convocaram, então, a assembleia dos discípulos e disseram: «Não convém deixarmos a palavra de Deus, para servirmos às mesas. 3 Irmãos, é melhor procurardes entre vós sete homens de boa reputação, cheios do Espírito e de sabedoria; confiar-lhes-emos essa tarefa. 4 Quanto a nós, entregar-nos-emos assiduamente à oração e ao serviço da palavra.» 5 A proposta agradou a toda a assembleia e escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, Filipe, Prócuro, Nicanor, Timão, Parmenas e Nicolau, prosélito de Antioquia. 6 Foram apresentados aos Apóstolos que, depois de orarem, lhes impuseram as mãos. 7 A palavra de Deus ia-se espalhando cada vez mais; o número dos discípulos aumentava consideravelmente em Jerusalém, e grande número de sacerdotes obedeciam à Fé.

 2ª Leitura: 1Pd 2, 4-9 – Aproximando-vos dele, pedra viva, rejeitada pelos homens, mas escolhida e preciosa aos olhos de Deus, 5 também vós -como pedras vivas- entrais na construção de um edifício espiritual, em função de um sacerdócio santo, cujo fim é oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus, por Jesus Cristo. 6 Por isso se diz na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, escolhida, preciosa; quem crer nela não será confundido. 7 A honra é, então, para vós, os crentes; mas, para os incrédulos, a pedra que os construtores rejeitaram, esta mesma tornou-se a pedra angular, 8 e também uma pedra que faz tropeçar, uma pedra de escândalo. Tropeçam nela porque não creram na palavra; para isso estavam destinados. 9 Vós, porém, sois linhagem escolhida, sacerdócio régio, nação santa, povo adquirido em propriedade, a fim de proclamardes as maravilhas daquele que vos chamou das trevas para a sua luz admirável,

Evangelho: Jo 14, 1-12 – Não se perturbe o vosso coração. Credes em Deus; crede também em mim. 2 Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fosse, como teria dito Eu que vos vou preparar um lugar? 3 E quando Eu tiver ido e vos tiver preparado lugar, virei novamente e hei-de levar-vos para junto de mim, a fim de que onde Eu estou, vós também estejais. 4 E, para onde Eu vou, vós sabeis o caminho.» 5 Disse-lhe Tomé: «Senhor, não sabemos para onde vais, como podemos nós saber o caminho?» 6 Jesus respondeu-lhe: «Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém pode ir até ao Pai senão por mim. 7 Se ficastes a conhecer-me, conhecereis também o meu Pai. E já o conheceis, pois estais a vê-lo.» 8 Disse-lhe Filipe: «Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta!» 9 Jesus disse-lhe: «Há tanto tempo que estou convosco, e não me ficaste a conhecer, Filipe? Quem me vê, vê o Pai. Como é que me dizes, então, ‘mostra-nos o Pai’? 10 Não crês que Eu estou no Pai e o Pai está em mim? As coisas que Eu vos digo não as manifesto por mim mesmo: é o Pai, que, estando em mim, realiza as suas obras. 11 Crede-me: Eu estou no Pai e o Pai está em mim; crede-o, ao menos, por causa dessas mesmas obras. 12 Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim também fará as obras que Eu realizo; e fará obras maiores do que estas, porque Eu vou para o Pai.