«Iniciar em Setembro!…»

Em setembro o retomar de atividades estruturantes como a catequese, escola e universidade está a gerar “um frenesim” com a preparação que empenha pais e encarregados de educação, após um tempo de férias ou trabalho, em particular em pandemia. É necessário continuar as vivências e as programações com todos os cuidados. Não basta falar ou criticar que não se faz isto ou aquilo, é preciso que nós façamos.

Quero agradecer às catequistas de todos os anos e em particular neste momento as da Primeira Comunhão e da Profissão de Fé, que continuam empenhadas na preparação das crianças. Agradeço também aos pais que compreendem este cuidado a bem de todos, apesar de já estarmos a iniciar um novo ano. A catequese na paróquia vai iniciar-se no 1º domingo de outubro, dia 3 com a celebração das 10h, pois ‘a Eucaristia é o centro de toda a vida cristã’ (LG).

Iniciamos neste fim de semana uma nova forma de comunicação e de informação na paróquia da Ribeira Brava: o qrcode-ribeira-brava. Os mais novos ensinam os demais a usar estas cosias. Aqui é postado o qrcode de modo que fica à mão a informação da paróquia. O site continua ativo para consulta. Espero melhor serviço a todos. Votos de retoma ou inicio das atividades.

 

Atividades na Paróquia da Ribeira Breava

  1. . Inscrições 1º Ano de Catequese: após as missas do fim de semana e no horário de cartório à semana, 9h -11h. Trazer a cédula do Batismo sff. Os outros anos já matriculados.

     2.. Agenda para setembro:

            3 Confissões: Profissão Fé e 1ª Comunhão, 19h

            11. 1ª Comunhão, 17

             12. 1ª Comunhão,12h

 13. Inauguração da Unidade de Alzheimer15

           15. Encontro de Arciprestado: Calheta – R.Brava/Ponta Sol

            18. Profissão de Fé, 17h

            19. Profissão de Fé, 12h

            24. 38º Aniversário de Presença SC na Ribeira Brava

 

       3 . A Catequese na Paróquia tem início no Domingo, dia 3 de Outubro com a reunião de Pais e crianças após a missa das 10h.

     4.  ORAÇÃO do Papa Francisco: a são José

 Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho; em vós, Maria depositou a sua confiança;

Convosco, Cristo tornou-Se homem. Ó Bem-aventurado José,

mostrai-vos pai também para nós e guia-nos no caminho do céu

E guia-nos no caminho da vida. Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem

e defendei-nos de todo o mal. Ámen.

 

MESA DA PALAVAVRA

Evangelho Domingo XXIII: Mc 7, 31-37 – Tornando a sair da região de Tiro, veio por Sídon para o mar da Galileia, atravessando o território da Decápole. Trouxeram-lhe um surdo tartamudo e rogaram-lhe que impusesse as mãos sobre ele. Afastando-se com ele da multidão, Jesus meteu-lhe os dedos nos ouvidos e fez saliva com que lhe tocou a língua. Erguendo depois os olhos ao céu, suspirou dizendo: «Effathá», que quer dizer «abre-te.» Logo os ouvidos se lhe abriram, soltou-se a prisão da língua e falava corretamente. Jesus mandou-lhes que a ninguém revelassem o sucedido; mas quanto mais lho recomendava, mais eles o apregoavam. No auge do assombro, diziam: «Faz tudo bem feito: faz ouvir os surdos e falar os mudos.»

 Evangelho Domingo XXIV: Mc 8, 27-35 – Jesus partiu com os discípulos para as aldeias de Cesareia de Filipe. No caminho, fez aos discípulos esta pergunta: «Quem dizem os homens que Eu sou?» Disseram-lhe: «João Baptista; outros, Elias; e outros, que és um dos profetas.» «E vós, quem dizeis que Eu sou?» -perguntou-lhes. Pedro tomou a palavra, e disse: «Tu és o Messias.» Ordenou-lhes, então, que não dissessem isto a ninguém. Começou, depois, a ensinar-lhes que o Filho do Homem tinha de sofrer muito e ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e pelos doutores da Lei, e ser morto e ressuscitar depois de três dias. E dizia claramente estas coisas. Pedro, desviando-se com Ele um pouco, começou a repreendê-lo. Mas Jesus, voltando-se e olhando para os discípulos, repreendeu Pedro, dizendo-lhe: «Vai-te da minha frente, Satanás, porque os teus pensamentos não são os de Deus, mas os dos homens.» Chamando a si a multidão, juntamente com os discípulos, disse-lhes: «Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Na verdade, quem quiser salvar a sua vida, há-de perdê-la, mas quem perder a sua vida por causa de mim e do Evangelho, há-de salvá-la.

Evangelho Domingo XXV: Mc 9, 30-37 – Partindo dali, atravessaram a Galileia, e Jesus não queria que ninguém o soubesse, porque ia instruindo os seus discípulos e dizia-lhes: «O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens que o hão-de matar; mas, três dias depois de ser morto, ressuscitará.» Mas eles não entendiam esta linguagem e tinham receio de o interrogar. Chegaram a Cafarnaúm e, quando estavam em casa, Jesus perguntou: «Que discutíeis pelo caminho?» Ficaram em silêncio porque, no caminho, tinham discutido uns com os outros sobre qual deles era o maior. Sentando-se, chamou os Doze e disse-lhes: «Se alguém quiser ser o primeiro, há-de ser o último de todos e o servo de todos.» E, tomando um menino, colocou-o no meio deles, abraçou-o e disse-lhes: «Quem receber um destes meninos em meu nome é a mim que recebe; e quem me receber, não me recebe a mim mas àquele que me enviou.»

 

 

«Nossa Senhora do Monte!…»

Nossa Senhora do Monte!...» É sempre com um misto de emoção e alegria que celebramos a Assunção de Nossa Senhora, conhecida entre nós como a Festa de Nossa Senhora do Monte. Não têm faltado peripécias à volta desta festa, importa que Nossa  Senhora do Monte lá está a...

read more

«Festas de Jovens e Idosos!…»

«Festa de Jovens e Idosos!...» Começo por falar em festas de jovens (entendo a Primeira Comunhão neste sábado 31 de julho e os Crismas no dia 1 de agosto) e de idosos no dia 11 de agosto, dia em que faz 25 anos que o Lar de São Bento foi inaugurado, logo os idosos e...

read more

«Quem é Jesus!…»

Quem é Jesus!...» Ouso dizer que é normal que o nome de Jesus e a pessoa de Jesus cause burburinho, mesmo entre os que andam longe da fé e da espiritualidade. Nem Herodes ficou indiferente, vindo mais tarde a conhecer ou ver Jesus no momento da paixão em Jerusalém. Já...

read more

«Este ano não há São Pedro!—»

«Este ano não há São Pedro!...» Estamos com meio ano passado ano e em poucos meses viramos o ano, que no dizer de muitos, tomara que passe depressa e esta pandemia. A sabedoria popular diz-nos: “não há bem que sempre dure e mal que sempre ature!” A pandemia tem muito...

read more

«Ainda não tendes fé?…»

«Ainda não tendes fé?...» O Evangelho deste domingo provoca e questiona a  nossa fé. Como aos Apóstolos também a nós a pergunta de Jesus sobre a fé tem razão de ser: “Ainda não tendes fé?” Já são largos anos, alguns ou poucos anos que no universo da Igreja muitos...

read more

«Junho, mês dos santos populares…»

Junho, mês dos santos populares!...» Iniciamos há pouco o mês de junho e eis a conversa das festas dos santos populares. Somos dados a festas e arraiais, mas é mais um ano em que os arraiais ficam na saudade e as festas ditas religiosas avançam mesmo sem as barracas...

read more

«Vir à igreja buscar as bandeiras!...» Penso que esteja na mente de todos que a pandemia impulsionou a adaptar a vida ao momento novo que todos atravessamos. Há muita coisa que não podemos fazer como sempre fizemos em nome do bem de todos. E uma delas foi a visita do...

read more

«Mês de Maio!…»

«Mês de Maio!...» Iniciamos o Mês de Maria neste fim de semana, mês rico de vivência espiritual para os portugueses especial nos dias 12 e 13 de maio, devido ao início das aparições de Nossa Senhora em Fátima aos pastorinhos    Jacinta, Francisco e Lúcia, que acolhem...

read more

Visitas do Espírito Santo!

Visitas do Espírito Santo! A Páscoa marca a vida paroquial e cria uma “azáfama” em bom sentido, com as visitas do Espírito Santo, no cantar das saloias: «Está chegando à vossa casa uma visita tão bela, a visita do Divino Espírito Santo!» Em todos estes anos tivemos as...

read more

São Bento! Estivemos a celebrar a Semana de São Bento como preparação da Festa do padroeiro e também da Páscoa. O tema da Eucaristia envolve em reflexão e participação em sintonia com a diocese, rumo às JMJ de Lisboa. Ainda em tempo de pandemia podemos celebrar de...

read more