Semana Santa

A Semana Santa

Os cristãos iniciam no Domingo de Ramos a Semana Santa, semana maior do ano, em que celebramos densamente na liturgia e na nossa vida o Mistério Pascal de Jesus: Paixão, Morte e Ressurreição. A Quaresma e a Páscoa deste ano têm um particular sentido, nunca antes vivido, presenciado, imaginado ou pensado. Qual de nós pensaria chegar a esta situação de confinamento e/ou isolamento social? Caem por terra todas as certezas e todos os programas para darmos a nós e aos outros o primeiro lugar. Por isso fazemos o “Fique em casa”! Na casa que somos e realizamos vivemos as festas da Páscoa, qual povo de Deus, em saída das suas certezas e seguranças, para a única certeza: Deus ama-nos e por isso salva-nos! Só n’Ele encontrámos refúgio. Para melhor vivermos esta verdade, deixo aqui o decorrer destes dias.

Domingo de Ramos: Entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. A Procissão dos Ramos. Missa da Paixão com a Leitura da Paixão (Mt 26,14-27,66).

Quinta feira Santa: A Ceia de Jesus, Lava Pés, Instituição da Eucaristia e Sacerdócio. Recordo a Hora Santa.

Sexta feira Santa: Paixão de Jesus. Morte/sepultura de Jesus. Não é celebrada missa. Leitura da Paixão (Jo 18,1-19,42). Adoração da Cruz, Oração Universal, Comunhão.

Sábado Santo: Vigília Pascal- Bênção fogo novo, Cristo Luz no Círio Pascal, renovação Promessas Batismais, procla- mação da Ressurreição.

Domingo de Páscoa: Sepulcro vazio, Cristo ressuscitou. Lê-se Mt 24,13-35: Discípulos de Emaús. A Procissão da ressurreição (não acontece este ano). Jesus é Esperança!

 

1. semana santa

________________________________________________

A Diocese do Funchal determina a suspensão da celebração comunitária das Missas.

______________________________________________________

 

  1. abril – Domingo de Ramos,10h

9 abril – Missa da Ceia do Senhor, 20h

10 abril – Sexta Feira Santa, Paixão do Senhor. Celebração da Paixão, 19h .  Dia de Jejum e Abstinência para quem pode fazer.

11 abril – Vigília Pascal, 20h30

12 abril- Domingo de Páscoa – Missa de Páscoa, 10h

NB. As celebrações são realizadas pelo pároco e conforme determinado não há participação dos fiéis. Para os que queiram associar-se, ligam-se à transmissão em www.igrejarbrava.com, e canal Youtube em igreja ribeira brava. Podemos assim celebrar unidos, mesmo em espaços físicos diversos.

Os Dehonianos (SCJ) no facebook, têm missa semanal, 12h

Transmissão na Tv – ver os programas, sff.

 

2. Momento orante

Amai. E vereis que não fica pedra sobre pedra. Na cidade sem Deus no templo dos fariseus!

E o Monte das Oliveiras, os cravos da minha cruz, O sangue vivo do meu lado ferido;

A coroa de espinhos, o meu cálix de fel e de vinagre, Heis-de vê-los depois, entre uma serra azul e púrpura

De lume erguido à cúpula dos astros. E só então será o fim, da inútil morte e das discórdias!

E só então, na terra estéril e nas rochas, Nos penedos do Mar Morto, no deserto de Líbia

E nos cimos do Hebron, vereis ondear, ao sopro do Levante. As searas do Reino descoberto no Espírito distante!

(Campos de Figueiredo, Parábola da Montanha)

 

Leituras na Semana Santa
 

 

 Evangelho da Bênção dos Ramos: Mt 21, 1-11 – Quando já se aproximavam de Jerusalém, chegaram a Betfagé, junto ao monte das Oliveiras. Jesus enviou dois discípulos, 2 dizendo-lhes: «Ide à aldeia que está em frente de vós e logo encontrareis uma jumenta presa e com ela um jumentinho. Soltai-os e trazei-mos. 3 E, se alguém vos disser alguma coisa, respondereis: ‘O Senhor precisa deles, mas logo os devolverá.’» 4 Isto sucedeu para se cumprir o que fora anunciado pelo profeta: 5 Dizei à filha de Sião: Aí vem o teu Rei, ao teu encontro, manso e montado num jumentinho, filho duma jumenta. 6 Os discípulos foram e fizeram como Jesus lhes ordenara. 7 Trouxeram a jumenta e o jumentinho, puseram as suas capas sobre eles e Jesus sentou-se em cima. 8 Uma grande multidão estendia as suas capas no caminho; outros cortavam ramos das árvores e espalhavam-nos pelo chão. 9 E todos, quer os que iam à sua frente, quer aqueles que o seguiam, diziam em altos brados:  Hossana ao Filho de David!  Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor!  Hossana nas alturas! 10 Quando Jesus entrou em Jerusalém, toda a cidade ficou em alvoroço. «Quem é este?» -perguntavam. 11 E a multidão respondia: «É Jesus, o profeta de Nazaré, da Galileia.»

 Domingo de Ramos – Evangelho da Paixão:  Mt 26,14-27,66

 Evangelho da Ceia do Senhor, Jo 13, 1-15 – Antes da festa da Páscoa, Jesus, sabendo bem que tinha chegado a sua hora da passagem deste mundo para o Pai, Ele, que amara os seus que estavam no mundo, levou o seu amor por eles até ao extremo. 2 O diabo já tinha metido no coração de Judas, filho de Simão Iscariote, a decisão de o entregar. 3 Enquanto celebravam a ceia, Jesus, sabendo perfeitamente que o Pai tudo lhe pusera nas mãos, e que saíra de Deus e para Deus voltava, 4 levantou-se da mesa, tirou o manto, tomou uma toalha e atou-a à cintura. 5 Depois deitou água na bacia e começou a lavar os pés aos discípulos e a enxugá-los com a toalha que atara à cintura. 6 Chegou, pois, a Simão Pedro. Este disse-lhe: «Senhor, Tu é que me lavas os pés?» 7 Jesus respondeu-lhe: «O que Eu estou a fazer tu não o entendes por agora, mas hás-de compreendê-lo depois.» 8 Disse-lhe Pedro: «Não! Tu nunca me hás-de lavar os pés!» Replicou-lhe Jesus: «Se Eu não te lavar, nada terás a haver comigo.» 9 Disse-lhe, então, Simão Pedro: «Ó Senhor! Não só os pés, mas também as mãos e a cabeça!» 10 Respondeu-lhe Jesus: «Quem tomou banho não precisa de lavar senão os pés, pois está todo limpo. E vós estais limpos, mas não todos.» 11 Ele bem sabia quem o ia entregar; por isso é que lhe disse: ‘Nem todos estais limpos’. 12 Depois de lhes ter lavado os pés e de ter posto o manto, voltou a sentar-se à mesa e disse-lhes: 13 «Compreendeis o que vos fiz? Vós chamais-me ‘o Mestre’ e ‘o Senhor’, e dizeis bem, porque o sou. 14 Ora, se Eu, o Senhor e o Mestre, vos lavei os pés, também vós vos deveis lavar os pés uns aos outros. 15 Na verdade, dei-vos exemplo para que, assim como Eu fiz, vós façais também.

6ª feira Santa – Evangelho da Paixão: Jo 18, 1-19,42

Sábado Santo – Evangelho da Vigília Pasca: , Mt 28, 1-10

Domingo de Páscoa – Evangelho: Jo 20, 1-9

«São Bento!…»

“São Bento!...” Se a vida de todos nós decorresse na normalidade daquilo que estávamos habituados a fazer e segundo o programa paroquial, estaríamos nesta semana a celebrar a Semana de São Bento com as novenas e a sua festa neste fim de semana. Connosco estaria a...

read more

“Procissão dos Passos!...” Estamos a iniciar a 3ª semana da Quaresma com o belo texto da Samaritana. Bela catequese batismal em que se descobre o despertar e a adesão à fé num processo dinâmico, suscitado pela sede humana e culminando no saciar a sede do divino, como...

read more

Missas de 1 a 22 de março de 2020

Igreja Matriz da Ribeira Brava - São Bento 01 a 22 de março de 2020 «    Sábado Domingo  29 01   17h 7h, 10h, 17h     3ª feira 03 8h 4ªfeira 04 8h   5ª feira 6ª feira 05 06 8h 8h e 17h (via Sacra)   Sábado 07 17h   Domingo   08 7h, 10h,...

read more

Em memória!... Passando esta semana os dez anos do 20 de fevereiro de 2010 e recordando a importância da criação e de tudo o que é posto à nossa disposição, lembrado o mandato de Deus no Génesis ( Gn 1, 28-31), achei por bem transcrever o nº 23 da carta encíclica do...

read more

«Sim, Sim…»

«Sim, sim!...» A vida é bela certamente com voltas e curvas que não sendo fácil, não é sinónimo de impossível. A cada um fazer e cumprir a parte que lhe compete. Deus cuida de todos e cada um cuide de si e do outro também. É o mínimo exigível. Devia ser normal dizemos...

read more

«Eis o Cordeiro de Deus!»

«Eis O Cordeiro de Deus!...» Iniciamos o Tempo Comum com o Batismo de Jesus e com este “ato” Jesus inicia a pregação do Reino. Deus está no meio do seu povo, é o Emanuel, Deus connosco, que cantamos e recebemos na figura do Menino Jesus. É o momento de acolher e...

read more

O Batismo de Jesus

« O Batismo de Jesus!...» Neste domingo iniciamos com a Festa do Batismo de Jesus o Tempo Comum na Liturgia da Igreja até ao Carnaval, pois na quarta feira de Cinzas, inicia-se um novo tempo, o Tempo da Quaresma. As vestes na Liturgia serão de cor verde e nas festas...

read more

OS REIS MAGOS!…

Os Reis Magos !...»   «É de colina em colina; É de deserto em deserto. Que aquela estrela divina.Torna aos Magos Deus mais perto!  (cf. Canto de Natal) Estamos em tempo de Natal e na grande festa dos Magos, Festa dos Reis ou Festa dos Reis Magos, que na liturgia...

read more

MISSAS DO PARTO E NATAL!|…

«Missas do Parto e Natal!...» «Senhora Virgem do Parto, que nesse altar estais; Atendei-nos, carinhosa, os filhos que tanto amais. Dai-nos festas muito felizes, alegria, amor, unção, Conservando nossas almas no Teu meigo coração!» Louvada sejais, Senhora, e a Vossa...

read more

«Senhora da Conceição!»

Senhora da Conceição!...» «Senhora da Conceição toda cercada de luz.     És a nossa mãe bendita, também a Mãe de Jesus. Neste tempo de Advento fazemos com alegria.     Esta nossa grande festa, que o Natal anuncia!» (cf., Romagem Avé Maria) É com emoção e alegria que...

read more