«Ainda não tendes fé?…»

«Ainda não tendes fé?…»

O Evangelho deste domingo provoca e questiona a  nossa fé. Como aos Apóstolos também a nós a pergunta de Jesus sobre a fé tem razão de ser: “Ainda não tendes fé?” Já são largos anos, alguns ou poucos anos que no universo da Igreja muitos vivem a sua fé. Nunca é tarde e inoportuno perguntar-se. Também nos assustamos e duvidamos, esquecendo-nos que a razão do crer é o Cristo, que prometeu estar sempre connosco e assim viver a sua presença. Na verdade os discípulos tinham visto tantos milagres e há bem pouco tempo presenciaram o milagre da multiplicação dos pães e dos peixes e ainda assim duvidavam. Não admira que não vendo nós o Jesus histórico da Galileia e apesar dos seus sinais também duvidemos. Poderíamos pensar nas pegadas na areia em que o Cristo nos leva ao colo, mas a dúvida, deixa-nos ofuscados. É no caminhar,  que se descobre o Cristo.

Dentro em breve celebramos S. Pedro e no aspeto da fé ele diz-nos que o nosso caminhar não é sempre perfeito. Prontos para morrer como prontos para negar a Deus. É sinal que ainda nos agarramos às coisas que Deus nos dá? Não temos motivos e razões de crer? A fé dá paradoxos também aos crentes. As certezas humanas não asseguram a fé. Na barca da vida precisamos de saber que Deus está connosco, mesmo nas tempestades. Se nelas encontrámos Deus, melhor. Encontrar Deus é  viver com Ele em Igreja.

 

ACONTECE NA PARÓQUIA DA RIBEIRA BRAVA

  1.  Agenda do mês de junho

       27. Charola na Fajã da Ribeira E barco na Achada

       28. Véspera de São Pedro

              17h – Barco da Achada

               18h – Charola da Fajã da Ribeira

                20h30 – Novena da Véspera de São Pedro

       29. Festa S. Pedro: Preside o Sr. Bispo, D. Nuno Brás.

            10h – Missa

          16h – Festa

  1. NB. Não pode ainda haver arraial. Fazemos a festa religiosa em honra de S. Pedro. Cumprimos no essencial as tradições: Barco (Achada e outros sítios) e Charola (Fajã da Ribeira e outros sítios). Agradeço aos encarregados a colaboração na charola e no barco.

 

       AGENDA DE JULHO

             03. Véspera Festa do Senhor, 20h30

            0 4. Festa do Senhor, 12h

11. Reunião: Pais 1ª Comunhão e Crisma após a missa das 10h

          24. Confissões 1ª Comunhão e Crisma, 10h

              Véspera Sª Saúde – Meia Légua, 20h30

         25. Festa Sª. Saúde – Meia Légua, 13h

           26 a 28 . Preparação Crisma, 15h-17h

           31. 1ª Comunhão de 2020, 17h.

 

       MESA DA PALAVRA – DOMINGO XXII ANO B

1ª Leitura: Job, 38, 1.8-11 –  Então, do seio da tempestade, o Senhor respondeu a Job e disse: 8 Quem pôs diques ao mar, quando, impetuoso, saía do seio materno, 9 quando Eu lhe dava por manto as nuvens, e o enfaixava com névoas tenebrosas? 10 Encerrei-o dentro dos limites que tracei, e pus-lhe portas e ferrolhos, 11 dizendo: ‘Chegarás até aqui; não mais além; aqui se quebrará o orgulho das tuas ondas.’

Salmo: Sl 106(107) 23-31 – Dai graças ao Senhor, porque é eterna a sua misericórdia.

2ª Leitura 2Cor 5, 14-17 –  O amor de Cristo nos absorve completamente, ao pensar que um só morreu por todos e, portanto, todos morreram. 15 Ele morreu por todos a fim de que, os que vivem, não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. 16 Por conseguinte, de agora em diante, não conhecemos ninguém à maneira humana. Ainda que tenhamos conhecido a Cristo desse modo, agora já não o conhecemos assim. 17 Por isso, se alguém está em Cristo, é uma nova criação. O que era antigo passou; eis que sugiram coisas novas.

Evangelho Mc 4, 35-41 – Naquele dia, ao entardecer, disse: «Passemos para a outra margem.» 36 Afastando-se da multidão, levaram-no consigo, na barca onde estava; e havia outras embarcações com Ele. 37 Desencadeou-se, então, um grande turbilhão de vento, e as ondas arrojavam-se contra a barca, de forma que esta já estava quase cheia de água. 38 Jesus, à popa, dormia sobre uma almofada. 39 Acordaram-no e disseram-lhe: «Mestre, não se te dá que pereçamos?» Ele, despertando, falou imperiosamente ao vento e disse ao mar: «Cala-te, acalma-te!» O vento serenou e fez-se grande calma. 40 Depois disse-lhes: «Porque sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?» 41 E sentiram um grande temor e diziam uns aos outros: «Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?»

«Junho, mês dos santos populares…»

Junho, mês dos santos populares!...» Iniciamos há pouco o mês de junho e eis a conversa das festas dos santos populares. Somos dados a festas e arraiais, mas é mais um ano em que os arraiais ficam na saudade e as festas ditas religiosas avançam mesmo sem as barracas...

read more

«Vir à igreja buscar as bandeiras!...» Penso que esteja na mente de todos que a pandemia impulsionou a adaptar a vida ao momento novo que todos atravessamos. Há muita coisa que não podemos fazer como sempre fizemos em nome do bem de todos. E uma delas foi a visita do...

read more

«Mês de Maio!…»

«Mês de Maio!...» Iniciamos o Mês de Maria neste fim de semana, mês rico de vivência espiritual para os portugueses especial nos dias 12 e 13 de maio, devido ao início das aparições de Nossa Senhora em Fátima aos pastorinhos    Jacinta, Francisco e Lúcia, que acolhem...

read more

Visitas do Espírito Santo!

Visitas do Espírito Santo! A Páscoa marca a vida paroquial e cria uma “azáfama” em bom sentido, com as visitas do Espírito Santo, no cantar das saloias: «Está chegando à vossa casa uma visita tão bela, a visita do Divino Espírito Santo!» Em todos estes anos tivemos as...

read more

São Bento! Estivemos a celebrar a Semana de São Bento como preparação da Festa do padroeiro e também da Páscoa. O tema da Eucaristia envolve em reflexão e participação em sintonia com a diocese, rumo às JMJ de Lisboa. Ainda em tempo de pandemia podemos celebrar de...

read more

Quaresma

Quaresma Estamos a realizar a caminhada quaresmal em tempo de quarentena e nos quarenta e tais dias da Quaresma (4ª feira de Cinzas à manhã da 5ª feira santa) em tempo de pandemia e de confinamento, nos leve a olhar o interior, ao rasgar do coração e não das vestes,...

read more

Fevereiro

       Fevereiro O mês de Fevereiro é rico na Liturgia da Igreja pela densidade simbólica, humana e cristã, quer na vivência pessoal dos cristãos, quer na vivência das paróquias. Ao olharmos o calendário temos a Senhora das Candeias (2 Fev.), S. Brás (4 Fev.), S....

read more

Festa do Batismo de Jesus

          Festa do Batismo de Jesus Este domingo com a Festa do Batismo de Jesus a Liturgia da Igreja retoma o Tempo Comum e termina o Tempo de Natal com as suas festas, pese embora entre nós alongarmos o tempo da festa até ao Santo Amaro com a tradição de varrer os...

read more

A Festa de Natal

A Festa de Natal              Estamos a chegar à Festa, à época do ano tão desejada por todos nós. Quem não anseia e não se prepara para o nascimento de uma criança? Que o digam os pais! Para nós é a chegada do Menino Jesus que nos faz mover e “revirar a nossa vida!”...

read more