«Varrer os armários!…»

    «Varrer os armários!…»

As festas têm um fim e Santo Amaro diz-nos que o Natal está a terminar. A tradição de “Varrer os armários” vem prolongar o Natal por mais uns dias com o cheiro dos doces e dos licores. Belo jeito que o Santo nos dá para festejar, pese embora o lema de São Bento: reza e trabalha de que Santo Amaro é discípulo. Amaro nasceu em Roma de família de senadores e foi entregue aos cuidados de S. Bento com dez anos. Correspondeu tão bem que foi proposto como modelo dos outros monges. Destacou-se pelo amor à oração e ao silêncio e como S. Pedro caminhou sobre as águas. Um menino de nome Plácido caiu no lago de Subiaco e S. Bento soube-o por revelação e chamando Santo Amaro, diz-lhe: ”Irmão Amaro, vai depressa procurar Plácido, que está prestes a afogar-se”. Com a bênção de S. Bento lá vai a correr sobre a água e socorrer Plácido que agarrou pelos cabelos e trouxe-o para a margem. Nem se deu conta que tinha saído da terra firme. Quando deu por isso atribui o milagre a S. Bento, que por sua vez atribuiu à obediência de Amaro. Ele substitui S. Bento quando este foi para o monte Cassino. Pensa-se que morreu por volta do ano 584.

Muito há a varrer nos armários das nossas certezas e seguranças, do mando e do ouvir, do saber e do escutar, do calar e do reverenciar, do orar e do contemplar, permitindo a Deus, fazer o bem através de nós. Cabe a cada um fazer a parte que está ao seu alcance. Os impossíveis e imponderáveis confiemos a Deus! Pensemos em quanto bem é feito por quem é socorrista, quem conduz os meios de socorro e quem está ao lado de situações limite! Vejamos neles homens e mulheres, pais e mães, filhos e familiares, que têm coração e cabeça, para operações de socorro.

Tenhamos a gratidão para com eles que “obedecendo” nas diversas circunstâncias da vida, salvam vidas, salvam alguém, com história e com vivências. Que Santo Amaro inspire a todos na diligência e na entrega do serviço do próximo.

 

MESA DA PALAVRA – ANO A -DOMINGO II

1ª leitura: Is 49, 35-6 – Disse-me: «Israel, tu és o meu servo, em ti serei glorificado.» 5 E agora o Senhor declara-me que me formou desde o ventre materno, para ser o seu servo, para lhe reconduzir Jacob, e para lhe congregar Israel. Assim me honrou o Senhor. O meu Deus tornou-se a minha força. 6 Disse-me: «Não basta que sejas meu servo, só para restaurares as tribos de Jacob, e reunires os sobreviventes de Israel. Vou fazer de ti luz das nações, para que a minha salvação chegue até aos confins da terra.»

Salmo 39 (40) Eu venho Senhor, para fazer a vossa vontade

2ª Leitura: 1Cor 1, 1-3 – Paulo apóstolo de Cristo Jesus, por desígnio de Deus, e o irmão Sóstenes, 2 à igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados a ser santos, com todos os que, em qualquer lugar, invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso: 3 graça e paz vos sejam dadas da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

Evangelho: Jo 1, 29-34 – No dia seguinte, ao ver Jesus, que se dirigia para ele, exclamou: «Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 30 É aquele de quem eu disse: ‘Depois de mim vem um homem que me passou à frente, porque existia antes de mim. 31 Eu não o conhecia; mas foi para Ele se manifestar a Israel que eu vim batizar com água.» 32 E João testemunhou: «Vi o Espírito que descia do céu como uma pomba e permanecia sobre Ele. 33 E eu não o conhecia, mas quem me enviou a batizar com água é que me disse: ‘Aquele sobre quem virdes descer o Espírito e poisar sobre Ele, é o que batiza com o Espírito Santo’. 34 Pois bem: eu vi e dou testemunho de que este é o Filho de Deus.»

 Evangelho 22 Janeiro: Mt 4, 12-23 Tendo ouvido dizer que João fora preso, Jesus retirou-se para a Galileia. 13 Depois, abandonando Nazaré, foi habitar em Cafarnaúm, cidade situada à beira-mar, na região de Zabulão e Neftali, 14 para que se cumprisse o que o profeta Isaías anunciara: 15 Terra de Zabulão e Neftali, caminho do mar, região de além do Jordão, Galileia dos gentios. 16 O povo que jazia nas trevas viu uma grande luz; e aos que jaziam na sombria região da morte surgiu uma luz. 17 A partir desse momento, Jesus começou a pregar, dizendo: «Convertei-vos, porque está próximo o Reino do Céu.» 18 Caminhando ao longo do mar da Galileia, Jesus viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André, que lançavam as redes ao mar, pois eram pescadores. 19 Disse-lhes: «Vinde comigo e Eu farei de vós pescadores de homens.» 20 E eles deixaram as redes imediatamente e seguiram-no. 21 Um pouco mais adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João, os quais, com seu pai, Zebedeu, consertavam as redes, dentro do barco. Chamou-os, e 22 eles, deixando no mesmo instante o barco e o pai, seguiram-no. 23 Depois, começou a percorrer toda a Galileia, ensinando nas sinagogas, proclamando o Evangelho do Reino e curando entre o povo todas as doenças e enfermidades.

 

ACONTECE NA PARÓQUIA DA RIBEIRA BRAVA

1. Agenda de janeiro

 15 – Santo Amaro: Varrer dos armários, 15h30 no salão

– Reunião das Confrarias do SSS e S. Bento, no Salão após a missa das 10h.

24 – 26: Semana Atualização dos Leigos, Colégio, 19h30 Inscrição no local

28 – Celebração da Festa do Acolhimento para o 1º ano, 17h

29 Encontro Conselho Pastoral no salão, 10h.

 nb. Festa das Famílias no Porto da Cruz, 5 Fevereiro, 15h30. Os casais que celebram 10, 25, 40, 60 e mais anos de casamento e queiram participam, fazer inscrição sff na paróquia até ao dia 22 de Janeiro.

 2.  Passeio ao Egito na semana do Carnaval, 19 a 25 de fevereiro com a paróquia da Ribeira Brava. É necessário o passaporte além do CC/BI. Ainda há lugares.

3. Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. (nova fórmula do Novo Missal).

 4. Oração a São José – Papa Francisco

Senhor, Jesus, por quem José abraçou sonhos maiores que os medos. Peço-Te uma capacidade de sonhar como a de José e de Maria. Ensina-me a sonhar livremente, confiado apenas nos sonhos do Pai. Vence em mim as inseguranças e bloqueios, que me impeçam de abraçar os sonhos que nascem do Coração de Deus. Concede à Tua Igreja, corações disponíveis para viver um sonho, que é maior que nós. Ensina-me, Senhor Jesus, a fazer meus os sonhos que são Teus. São José, homem capaz de sonhar a vocação, rogai por nós

Eis a Festa – Natal!

Eis a Festa-Natal! Quem não anseia e não prepara o nascimento de uma criança? As famílias que vivem este acontecimento podem testemunhar. Quem fica indiferente com o anúncio do nascimento e a chegada do Menino Jesus que faz “revirar e mover a nossa vida!” É o tempo...

read more

«Novenas da Conceição!…»

«Novenas da Conceição!...» Nestes dias já começamos a ver a colocação dos enfeites de Natal. Vislumbra-se a chegada da Festa em ambiente mais alegre com o tal  “cheiro” a Natal, que o Menino Jesus nos traz a cada ano de vida. Na paróquia continuamos o percurso de...

read more

«As novenas da Apresentação!…»

«Novenas da Apresentação!...» Neste domingo vamos iniciar a preparação das nossas festas na paróquia com as novenas da Apresentação. A situação já nos permite estar mais libertos para estas coisas e já podemos fazer arraiais, mas lá está, os cuidados a ter estão...

read more

»Mês das Almas!…»

   «Mês das Almas!...» Iniciamos o mês de novembro com a festa de Todos os Santos ou Pão-por-Deus e esta seguida do dia das Almas, fiéis defuntos ou dia de finados. Se é verdade que somos marcados pelas almas, pela saudade da partida e separação dos nossos familiares,...

read more

«O Dia das Missões!…»

«DIA DAS MISSÕES!...» A Igreja celebra no 3 º Domingo do mês de Outubro o Dia Mundial das Missões. Eis-nos a viver este dia com toda a carga simbólica e espiritual que envolve o dia das Missões. É o compromisso de todos os batizados que são chamados a testemunhar a fé...

read more

«Ora et Labora em festa do 25 º aniversário!…»

     «Ora et Labora em festa do 25 º aniversário!...» Há 25 anos foi iniciada uma nova presença na paróquia da Ribeira Brava, isto é, no dia 5 de outubro de 1997 veio à luz do dia o 1º número do boletim paroquial com o nome “Ora et Labora”. Hoje, dia de aniversário,...

read more

«Há tempo para tudo!…»

«Há tempo para tudo!...» Iniciadas as atividades com recomeço de maior normalidade ao que foi vivido nos últimos tempos e ao maior enquadramento da vida tornado possível com o esforço de todos, venho propor-vos um texto de Coelth que bem pode ser um programa e atitude...

read more

«Tomar a cruz!...»      Estamos prestes a iniciar as atividades catequéticas e letivas com novos desafios, novos começos, novos sonhos, novas canseiras, novas esperanças, novos princípios, novos cuidados e novas preocupações. Tudo é novo e tudo se inova, onde tudo...

read more

«Nossa Senhora do Monte…»

   «Nossa Senhora do Monte!...»      Entramos no mês de agosto com uma lufada de festas e romarias, muita animação e muita vontade de conviver. A situação ainda requer cuidados redobrados, de modo que a alegria não se transforme em tristeza. Nunca é demais lembrar o...

read more

«O que é meu é para quem cuida de mim!…»

«O que é meu é para quem cuida de mim!...»      Sabemos da azáfama e da ganância com que muitos de nós vivem por causa dos bens e do dinheiro. Quanta maldade praticada e quanta injustiça é praticada mesmo entre os irmãos, que até se davam bem, mas por causa dos bens...

read more