«Iniciar em Setembro!…»

Em setembro o retomar de atividades estruturantes como a catequese, escola e universidade está a gerar “um frenesim” com a preparação que empenha pais e encarregados de educação, após um tempo de férias ou trabalho, em particular em pandemia. É necessário continuar as vivências e as programações com todos os cuidados. Não basta falar ou criticar que não se faz isto ou aquilo, é preciso que nós façamos.

Quero agradecer às catequistas de todos os anos e em particular neste momento as da Primeira Comunhão e da Profissão de Fé, que continuam empenhadas na preparação das crianças. Agradeço também aos pais que compreendem este cuidado a bem de todos, apesar de já estarmos a iniciar um novo ano. A catequese na paróquia vai iniciar-se no 1º domingo de outubro, dia 3 com a celebração das 10h, pois ‘a Eucaristia é o centro de toda a vida cristã’ (LG).

Iniciamos neste fim de semana uma nova forma de comunicação e de informação na paróquia da Ribeira Brava: o qrcode-ribeira-brava. Os mais novos ensinam os demais a usar estas cosias. Aqui é postado o qrcode de modo que fica à mão a informação da paróquia. O site continua ativo para consulta. Espero melhor serviço a todos. Votos de retoma ou inicio das atividades.

 

Atividades na Paróquia da Ribeira Breava

  1. . Inscrições 1º Ano de Catequese: após as missas do fim de semana e no horário de cartório à semana, 9h -11h. Trazer a cédula do Batismo sff. Os outros anos já matriculados.

     2.. Agenda para setembro:

            3 Confissões: Profissão Fé e 1ª Comunhão, 19h

            11. 1ª Comunhão, 17

             12. 1ª Comunhão,12h

 13. Inauguração da Unidade de Alzheimer15

           15. Encontro de Arciprestado: Calheta – R.Brava/Ponta Sol

            18. Profissão de Fé, 17h

            19. Profissão de Fé, 12h

            24. 38º Aniversário de Presença SC na Ribeira Brava

 

       3 . A Catequese na Paróquia tem início no Domingo, dia 3 de Outubro com a reunião de Pais e crianças após a missa das 10h.

     4.  ORAÇÃO do Papa Francisco: a são José

 Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho; em vós, Maria depositou a sua confiança;

Convosco, Cristo tornou-Se homem. Ó Bem-aventurado José,

mostrai-vos pai também para nós e guia-nos no caminho do céu

E guia-nos no caminho da vida. Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem

e defendei-nos de todo o mal. Ámen.

 

MESA DA PALAVAVRA

Evangelho Domingo XXIII: Mc 7, 31-37 – Tornando a sair da região de Tiro, veio por Sídon para o mar da Galileia, atravessando o território da Decápole. Trouxeram-lhe um surdo tartamudo e rogaram-lhe que impusesse as mãos sobre ele. Afastando-se com ele da multidão, Jesus meteu-lhe os dedos nos ouvidos e fez saliva com que lhe tocou a língua. Erguendo depois os olhos ao céu, suspirou dizendo: «Effathá», que quer dizer «abre-te.» Logo os ouvidos se lhe abriram, soltou-se a prisão da língua e falava corretamente. Jesus mandou-lhes que a ninguém revelassem o sucedido; mas quanto mais lho recomendava, mais eles o apregoavam. No auge do assombro, diziam: «Faz tudo bem feito: faz ouvir os surdos e falar os mudos.»

 Evangelho Domingo XXIV: Mc 8, 27-35 – Jesus partiu com os discípulos para as aldeias de Cesareia de Filipe. No caminho, fez aos discípulos esta pergunta: «Quem dizem os homens que Eu sou?» Disseram-lhe: «João Baptista; outros, Elias; e outros, que és um dos profetas.» «E vós, quem dizeis que Eu sou?» -perguntou-lhes. Pedro tomou a palavra, e disse: «Tu és o Messias.» Ordenou-lhes, então, que não dissessem isto a ninguém. Começou, depois, a ensinar-lhes que o Filho do Homem tinha de sofrer muito e ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e pelos doutores da Lei, e ser morto e ressuscitar depois de três dias. E dizia claramente estas coisas. Pedro, desviando-se com Ele um pouco, começou a repreendê-lo. Mas Jesus, voltando-se e olhando para os discípulos, repreendeu Pedro, dizendo-lhe: «Vai-te da minha frente, Satanás, porque os teus pensamentos não são os de Deus, mas os dos homens.» Chamando a si a multidão, juntamente com os discípulos, disse-lhes: «Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Na verdade, quem quiser salvar a sua vida, há-de perdê-la, mas quem perder a sua vida por causa de mim e do Evangelho, há-de salvá-la.

Evangelho Domingo XXV: Mc 9, 30-37 – Partindo dali, atravessaram a Galileia, e Jesus não queria que ninguém o soubesse, porque ia instruindo os seus discípulos e dizia-lhes: «O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens que o hão-de matar; mas, três dias depois de ser morto, ressuscitará.» Mas eles não entendiam esta linguagem e tinham receio de o interrogar. Chegaram a Cafarnaúm e, quando estavam em casa, Jesus perguntou: «Que discutíeis pelo caminho?» Ficaram em silêncio porque, no caminho, tinham discutido uns com os outros sobre qual deles era o maior. Sentando-se, chamou os Doze e disse-lhes: «Se alguém quiser ser o primeiro, há-de ser o último de todos e o servo de todos.» E, tomando um menino, colocou-o no meio deles, abraçou-o e disse-lhes: «Quem receber um destes meninos em meu nome é a mim que recebe; e quem me receber, não me recebe a mim mas àquele que me enviou.»