As Festas na paróquia!…

O mês de Junho dá início às festas paroquiais renovando na paróquia e nas famílias toda a azafama própria destes dias e destes momentos. Naturalmente que as instituições e as empresas participam a seu modo destas realidades festivas da vida cristã. Os momentos importantes da vida exigem preparação atempada e as festas da catequese e da paróquia também participam nestas exigências, pois são feitas por nós. Era bom termos uma “lâmpada de Aladino”, mas ainda assim ficaria de fora a nossa participação e tudo o que envolve as festas. Se estas não mexem connosco, falta-nos algo, falta o tal gosto, de empenho, entusiasmo e participação. Quando se faz parte e tomamos em mãos as coisas, damos valor e razão a quem faz. Expetadores só mesmo nos espetáculos!…Para isso vamos aos outros lados apreciar!

Relembro alguns dados que nos levam certamente ao cerne da questão. A Primeira Comunhão tem uma preparação de 3 anos de catequese, ensina-se a criança a rezar, confessar-se, comungar e a vir à missa, já que os pais não têm tempo para nada…. A Profissão de Fé tem um percurso de 6 anos de catequese em que os adolescentes são chamados a aprofundar a fé e a tomarem consciência do quanto é importante viver o Evangelho em comunidade com idade própria de “rebeldia”. O Crisma é feito no termo de uma percurso de 10 anos de catequese, juventude em efervescência!… Os jovens devem confirmar e assumir publicamente a fé. Aos padrinhos cabe-lhes ajudar e acompanhar, nas devidas condições. Naturalmente que as famílias implicam-se nestas celebrações e pedimos-lhes que não vejam só a festa como ato social.

As festas na paróquia como sabeis exigem organização a todos os níveis e têm o condão de correrem bem quando nos preocupamos com a nossa preparação espiritual e humana e organizacional. Isto não é só de “rega bofe!..”, para isso já temos as famosas “party”. As festas são sempre acontecimentos de fé das famílias e da comunidade, de encontro, convívio, visitas, matar saudades, porque feitas ao “Santo e ao Senhor”, diferentes de santos e senhores”! Porque “existem comes e bebes” nas festas, gera-se o arraial. Bom e expetável seria que o arraial não suplantasse a festa, porque quando só se vê arraial, tudo serve para implicar. Já agora não nos fica mal agradecer o esforço feito para bem de todos e ver para além do alcance das vistas!

Faço votos que estes dois meses que estão no horizonte das nossas vidas sejam repletos de bênçãos e unam famílias, paróquia, empresas, instituições e todos sintamos esperança e entusiasmo na vidas.

 

ACONTECE NA PARÓQUIA DA RIBEIRA BRAVA

. o Terço continua no mês de junho de 2ª a 6ª feira, às 20h na igreja até a Festa do Coração de Jesus, 8 de junho.

❷. Agenda de junho

  1. Peregrinação Dehoniana a Fátima
  2. 08. Festa do Coração de Jesus ( 8H,10H). Padroeiro dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos)

     09.Confissões 1ª Comunhão e Profissão de Fé na igreja ( 10H

      10. Encontro preparação Crisma do 10º ano (10H)

Encontro Diocesano das Catequistas na igreja de Santa Cecília, (14h30-18H!) As catequistas devem fazer inscrição

  1. 16. 1ª Comunhão (17H)
  2. Profissão de Fé (11H30)
  3. 23. Caminhada, 5ª ano de Catequese ( 9H30)
  4. 27. Início Festejos São Pedro. Charola na Fajã da Ribeira
  5. 28. Véspera São Pedro: Romagens: Vale/Avé Maria (14h), Barco-Achada (17h30) e Charola (19h). Novena São Pedro (21H) Marchas (22H). Igreja encerra às 3h.
  6. 29. Festa São Pedro – Missa e Procissão (16H). Preside o Sr. Bispo

❸.Agenda de julho

  1. 01. Missa ex-combatentes-Pe. Simões, Capelão militar (11H30)

        02-06. Semana Juventude, (14H30-17H)

       07. Véspera Festa do Santíssimo (20H)

       08. Festa do Senhor – Missa e Procissão (16H)

      11-18. Peregrinação à Terra Santa

  1.  Véspera Festa Sª da Saúde – Capela da Meia Légua (20H)
  2. Julho – Festa Senhora Saúde-Capela Meia Légua (12H)

 

❹. obrigado às pessoas do tapete do Corpo de Deus no Funchal (do Comando à Sé): Oferta de flores, apanha, corte de verdes, preparação. Agradeço a garagem (Sr. José João) e Câmara pelo transporte/apanha de verdes. Agradeço transporte flores para o Funchal: Sr. António Corte, Marques e Cortes Construções, Mateus Barros, Sr. Marcelino, Sr. António Teles. As flores  de Estufas Baeta e Flores Fernandes. As sandes da Flor do Vale (no corte de verdes) e flores de particulares. Obrigado a todos!

LEITURAS DO IX DOMINGO COMUM – ANO B

LEITURA I – Deut 5, 12-15

Eis o que diz o Senhor: «Guarda o dia de sábado, para o santificares, como te mandou o Senhor, teu Deus. Trabalharás durante seis dias e neles farás todas as tuas obras. O sétimo, porém, é o sábado do Senhor, teu Deus. Não farás nele qualquer trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu escravo, nem a tua escrava, nem o teu boi, nem o teu jumento, nem nenhum dos teus animais, nem o estrangeiro que mora contigo. Assim, o teu escravo e a tua escrava poderão descansar como tu. Recorda-te que foste escravo na terra do Egito e que o Senhor, teu Deus, te fez sair de lá com mão forte e braço estendido. Por isso, o Senhor, teu Deus, te mandou guardar o dia de sábado».

Salmo Responsorial,

Salmo 80 (81) –  Aclamai a Deus, nossa força.

LEITURA II .2 Cor 4,6-1

Irmãos: Deus que disse: «Das trevas brilhará a luz» fez brilhar a luz em nossos corações, para que se conheça em todo o seu esplendor a glória de Deus, que se reflete no rosto de Cristo. Nós trazemos em vasos de barro o tesouro do nosso ministério, para que se reconheça que um poder tão sublime vem de Deus e não de nós. Em tudo somos oprimidos, mas não esmagados; andamos perplexos, mas não desesperados; perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não aniquilados. Levamos sempre e em toda a parte no nosso corpo os sofrimentos da morte de Jesus, a fim de que se manifeste também no nosso corpo a vida de Jesus. Porque, estando ainda vivos, somos constantemente entregues à morte por causa de Jesus, para que se manifeste também na nossa carne mortal a vida de Jesus.

EVANGELHO Mc 2, 23-28

Passava Jesus através das searas num dia de sábado e os discípulos, enquanto caminhavam, começaram a apanhar espigas. Disseram-Lhe então os fariseus: «Vê como eles fazem ao sábado o que não é permitido». Respondeu-lhes Jesus: «Nunca lestes o que fez David, quando teve necessidade e sentiu fome, ele e os  companheiros? Entrou na casa de Deus, no tempo do sacerdote Abiatar, e comeu dos pães da proposição, que só os sacerdotes podiam comer, e os deu também aos companheiros». E acrescentou: «O sábado foi feito para o homem e não o homem para o sábado. Por isso, o Filho do Homem é também Senhor do sábado».

 

Natal na Ribeira Brava

Natal: Nasceu o Deus Menino! O ambiente circundante destes dias nos indica que já estamos na Festa/no Natal e tudo converge para este grande acontecimento: " O Verbo fez-se homem e habitou entre nós" (cf. Jo 1,14). O facto de dizermos que já estamos na Festa,...

read more

As Missas do Parto

As Missas do Parto…     «Cantemos, cantemos cheios de alegria. Louvemos o doce nome de Maria Anjos e pastores, vinde em harmonia. P'ra louvar o Parto da Virgem Maria» Esta semana iniciamos as Missas do Parto, precisamente no dia 15 de Dezembro até ao dia 23 pelas 6h...

read more

Imaculada Conceição

Imaculada Conceição… Continuamos na paróquia o roteiro das novenas e festas dedicadas à Virgem Maria em cada uma das capelas e por fim teremos todos a centralidade das celebrações na igreja matriz com as Missas do Parto e celebrações de Natal. Neste aspeto realizamos...

read more

Advento

   Advento… O ano da Liturgia da Igreja é diferente do ano civil. O ano civil começa a 1 de janeiro e o ano litúrgico começa no Domingo I do Advento, no domingo a seguir à festa de Cristo Rei e termina com a festa litúrgica de Cristo Rei. Este é composta por 34...

read more

PHN

PHN    Este fim de semana dá início às Novenas das festas que irão conduzir-nos até ao Natal. São as festas da Apresentação (19/20 Novembro) e da Conceição (7/8 dezembro). Cada qual na respetiva capela, mas que nos une a todos no louvor da Virgem Maria. Pelo meio da...

read more

Monte da Caveira

O Monte da Caveira!… O mês de novembro é marcado pelo dia do Pão-por-Deus ou dia de todos os santos e pelo dia das Almas, Fiéis Defuntos ou Finados. Novembro é conhecido como o mês das almas, pois é neste mês, que em geral recordamos com saudade os defuntos: família,...

read more

ACONTECE NA PARÓQUIA ❶. PEREGRINAÇÃO jubilar no arciprestado da Ribeira Brava e Ponta do Sol, DOMINGO, 30 DE OUTUBRO - PROGRAMA: 15H30- Concentração das paróquias na Frente Mar 15H40- PEREGRINAÇÃO - Rua Visconde - igreja matriz - PORTA SANTA 16H10-...

read more

Peregrinação Jubilar

      No decorrer de um ano santo a Igreja propõe aos fiéis uma peregrinação a um santuário ou a uma igreja com a faculdade dos fiéis poderemaí obterem a indulgência, o perdão dos pecados. O jubileu é um ano de graça e um tempo favorável do encontro com Deus. Por isso...

read more

Peregrinação Jubilar

PEREGRINAÇÃO JUBILAR DAS PARÓQUIAS ARCIPRESTADO DA RIBEIRA BRAVA E PONTA DO SOL IGREJA MATRIZ DA RIBEIRA BRAVA DOMINGO, 30 DE OUTUBRO DE 2016       PROGRAMA   15H30 - CONCENTRAÇÃO DAS PARÓQUIAS NA FRENTE MAR DA R. BRAVA  15H40 - PEREGRINAÇÃO: RUA VISCONDE - IGREJA...

read more

PORTA SANTA

PORTA SANTA O ano jubilar teve início em Roma com o gesto:A abertura da Porta Santa pelo Papa(8 Dezembro). Este gesto constitui um momento fundamental.Ao fechar marca o términus do Ano Santo vivido. A partir da abertura em Roma, as diocese fazem a abertura da porta...

read more