«Advento!…»

«Advento!…»

Estamos a iniciar na liturgia um novo ano, – Ano B – com o tempo do Advento. Este tempo nos prepara para o Natal. Neste percurso temos a Festa da Imaculada Conceição que nos abre ao mistério do Natal. A Virgem Maria, é bem celebrada neste mês de dezembro, mês da Festa, e com Ela cantamos a alegria da vinda do Menino Jesus, em particular nas Missas do Parto (entre nós de 15-23 dezembro,6h). As festas exigem preparação e a do Natal ainda mais. Aprendemos a acolher a presença do Deus-Menino, nascido entre nós da Virgem Maria. Assim entendemos o tempo do Advento. A palavra “advento” tem origem no latim adventus, “vinda”. Na linguagem cristã, a palavra indica a vinda do Messias, esperado pelo povo hebraico e concretizado para nós, cristãos, na incarnação de Jesus Cristo. Na liturgia este tempo é o período que precede o Natal e marca o início do ano litúrgico, acima referido. Em primeiro lugar prepara os fiéis para a espera da vinda gloriosa de Cristo, e em segundo lugar orienta os fiéis para as festas-celebrações do Natal. Logo o início do ano litúrgico não coincide com o início do ano civil, segue em ritmos diferentes.

O ambiente já começa a “cheirar a Natal” com as ornamentações nas ruas e nos comércios. Importa não descurar cada um de nós, na nossa pessoa e na nossa família e na comunidade de pertença e de identidade. O empenho de cada um e de todos faz a diferença: da catequese, à escola, da casa à família, do trabalho ao lazer, do festivo ao encontro do outro (os). A caminhada ao presépio há-de levar-nos em conjunto ao encontro de Deus. Maria ensina-nos  que a melhor vivência está na atitude impregnada a cada momento. Como Ela saber tudo “guardar no coração”(cf. Lc 2, 48-51). Aprender de Maria as atitudes: silêncio, escuta, disponibilidade e obediência. A leitura e a meditação/reflexão mais assídua da Palavra de Deus é o caminho mais indicado. O conhecer a Palavra nos leva a descobrir e a mar a Deus. Amar é viver e testemunhar a alegria da fé (encontro pessoal, familiar e comunitário)

O tempo do Advento propicia a gratuidade e a doação. Mais sensíveis a Deus, mais sensíveis ao próximo. Só assim compreendemos a preocupação por todos os mais desconfortados(deserdados) da vida. Bom Advento!

 

ACONTECE NA PARÓQUIA

. SEMANA DA CONCEIÇÃO: 29 nOV. – 8 DEZEMBRO

Capela da avé Maria

29 Novembro a 2 Dezembro – Novena e Missa, 20H

3 Dezembro, Domingo – Novena e Missa, 19H

4 a 6 Dezembro – Novena Missa, 20H

7 Dezembro, 5ª feira – Véspera da Festa

18H – Romagem do Moreno

19H – Romagem do Caminho Chão

20H30 – Novena e Missa da Festa

8 Dezembro, 6ª feira – Feriado e dia Santo

   Missa da Festa da Conceição e Procissão, 15H

  1. Não há festeiro. Há 1 pessoa que oferece a festa dentro da capela e o restante é feito pelo povo. Pede-se aos encarregados de recolherem as ofertas nos sítios a quem quiser colaborar! Obrigado pela atenção!

❷. Festa da palavra, Sábado, dia 2 de dezembro, 17H, para o 4º ano de Catequese de todos os centros da paróquia.

❸. Passeio Paroquial no Carnaval, 10-16 Fevereiro de 2018 ao Sul de França: Toulouse, Carcassone, Montpellier, Nimes, Avignon, Aix-en-Provense, Marselha, Nice, Mónaco e Lyon. Inscrições na paróquia. Preço: p/p.1.500,00€. Viagem e estadia. Não tem bebidas à refeição. Ainda há lugares!

❹. AGENDA DE  Dezembro

15 a 23 – Missas do Parto ( 6H)

  1. Missa avós e netos (12H). Missa do Galo (24H)
  2. Natal-Apresentação (8H30), Vila (10H) e Conceição (11H)
  3. 1ª OitavaS. Estêvão – Vila (10H) e Meia Légua (11H)

27.S. João Evangelista,Aniversário Província PortuguesaSCJ( 8H)

  1. S. Inocentes-Festa Catequese(17H). Concerto Natal(20H30)
  2. 29. Oitava Natal (8H)

30.Oitava Natal (17H)

  1. Domingo da Sagrada Família – último do ano:

7H, 10H, 17H (Vila) e 8H30 (Apresentação)-1º do Ano – Apresentação( 8h30), Vila (10H, 17H)

1º Do Ano – 1 Janeiro de 2018 – apresentação (8h30), Vila (10H,17H)

MESA DA PALAVRA – ADVENTO – ANO B

Evangelho do Domingo I Advento: Mc 13, 33-37 – «Tomai cuidado, vigiai, pois não sabeis quando chegará esse momento. É como um homem que partiu de viagem: ao deixar a sua casa, delegou a autoridade nos seus servos, atribuiu a cada um a sua tarefa e ordenou ao porteiro que vigiasse. Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o dono da casa: se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar o galo, se de manhãzinha; não seja que, vindo inesperadamente, vos encontre a dormir. O que vos digo a vós, digo a todos: vigiai!»

Evangelho da Imaculada Conceição: Lc 1, 26-38 – Ao sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem chamado José, da casa de David; e o nome da virgem era Maria. Ao entrar em casa dela, o anjo disse-lhe: «Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo.» Ao ouvir estas palavras, ela perturbou-se e inquiria de si própria o que significava tal saudação. Disse-lhe o anjo: «Maria, não temas, pois achaste graça diante de Deus. Hás-de conceber no teu seio e dar à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus. Será grande e vai chamar-se Filho do Altíssimo. O Senhor Deus vai dar-lhe o trono de seu pai David, reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim.» Maria disse ao anjo: «Como será isso, se eu não conheço homem?» O anjo respondeu-lhe: «O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo estenderá sobre ti a sua sombra. Por isso, aquele que vai nascer é Santo e será chamado Filho de Deus. Também a tua parente Isabel concebeu um filho na sua velhice e já está no sexto mês, ela, a quem chamavam estéril, porque nada é impossível a Deus.» Maria disse, então: «Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra.» E o anjo retirou-se de junto dela.

 

 

PORTA SANTA

PORTA SANTA O ano jubilar teve início em Roma com o gesto:A abertura da Porta Santa pelo Papa(8 Dezembro). Este gesto constitui um momento fundamental.Ao fechar marca o términus do Ano Santo vivido. A partir da abertura em Roma, as diocese fazem a abertura da porta...

read more

A Peregrinação

A Peregrinação é um dos sinais e um dos atos que marca o jubileu. Para quem já viveu um jubileu como o do ano 2000, recorda-se certamente da ida à igreja dos Prazeres, escolhida então para igreja jubilar Neste jubileu temos a igreja da Ribeira Brava, escolhida como...

read more

Mesa da Palavra – XXV Domingo Comum – C

1ª Leitura: Am 8, 4-7: - Ouvi isto, vós que esmagais o pobre e fazeis perecer os desvalidos da terra, 5 dizendo: «Quando passará a Lua Nova, para vendermos o nosso trigo, e o sábado, para abrirmos os nossos celeiros, diminuindo o efá, aumentando o siclo e falseando a...

read more

Acontece na paróquia

❶. Inscrições para 1º ano Catequese já podem ser feitas no horário de escritório (8h30-11H) semana e nos fins de semana após as missas. Pede-se a apresentação da cédula de vida cristã para a inscrição   ❷. Inscrições para os Escuteiros (CNE) podem ser feitas no...

read more

Até o cemitério…

«Até no cemitério!...»   Olhando no geral para a vida dos nossos cristãos e em especial para o modo de proceder de algumas pessoas que são «católicas apostólicas romanas», como se intitulam na identidade religiosa de pertença, e ainda bem, pois neste aspeto estão...

read more

O peso e a grandeza da cruz

«O peso e a grandeza da Cruz!...»   Perante a vida podemos assumir várias atitudes e realizar várias leituras que refletem a pessoa, a personalidade e o carácter. Nós portugueses, estamos sempre a andar como diz o nosso povo, mesmo mal, 'vamos andando' Significa a...

read more

Mesa da Palavra: XXIII Domingo Comum C

1ª Leitura: Sb 9, 13-18: Pois que homem poderia conhecer a vontade de Deus? Quem poderá imaginar o que pretende o Senhor? 14 Os pensamentos dos mortais são hesitantes, e incertas as nossas reflexões; 15 porque o corpo corruptível é um peso para a alma e esta tenda...

read more

Acontece na paróquia

❶. Inscrições para 1º ano Catequese já podem ser feitas no horário de escritório (8h30-11H) semana e nos fins de semana após as missas. Pede-se a apresentação da cédula de vida cristã para a inscrição   ❷. Inscrições para os Escuteiros (CNE) podem ser feitas no...

read more

Em agosto

«Em agosto!...»  Estamos a iniciar o mês de agosto, mês densamente ligado a férias, passeios, convívios, descansos…, festas e emigrantes. Trata-se de um período de reencontros, recheado de novidades e de acontecimentos nas famílias e nas paróquias. Nós já respiramos...

read more