«Os recomenços!…»

«Os recomeços!…»

As atividades e os horários voltam a estar na rotina de todos nós com o iniciar das atividades da catequese e da escola e para quem teve a oportunidade de tirar uns dias de férias, em qualquer recanto. As mudanças têm o condão de refazerem as vivências e as atitudes e o refundar as bases da vida, no ser e no estar, no empreender, no inovar e no recomeçar algo, inovar e retomar a confiança no que somos e fazemos e até no adaptar-se ao novo e ao diferente. A azáfama da preparação para o novo ano letivo anda no andar. A catequese não está isenta deste fervilhar das preparações. Uma e outra contribuem para o quanto aí vem. Não esquecer que tudo isto é em razão da educação dos mais novos: educação humana e educação cristã! Ouve-se com certa frequência que o ‘melhor do mundo são as crianças” e por isso precisamos de “cuidar/educar” como cuidamos das flores do jardim!…

Vamos crer que é mesmo assim: educação para os valores e educação para a vida. Vamos transmitir e desenvolver competências. Acredito que o melhor está no testemunho de todos: educadores e educandos. Desenvolver as capacidades de transmitir, receber, acolher e testemunhar. Não basta parecer é necessário poder ser! Vamos ter a ousadia de olhar para lá dos nossos pequenos mundos para que unidos aos demais façamos experiência de comunhão , partilha, responsabilidade e testemunho. No mês de outubro no seguimento do Papa Francisco vamos viver em Portugal um ano missionário, conscientes que todos  os que “somos batizados somos enviados”. A Igreja necessita de místicos e de testemunhas. Necessita de famílias e comunidades paroquiais missionárias, que sejam núcleo de vida, aprendizagem e transmissão da fé. Aí, gera-se a verdadeira missão: dizer e viver a presença de Deus no quotidiano da vida, atendendo a que ‘nem só de pão vive o homem, mas também de toda a palavra que sai da boca de Deus’ (cf. Mt 4, 4).  Para tal precisamos de desenvolver e atender as ‘competências da audição’, pois conhecemos o provérbio de que ‘muita parra pouca uva’ e aqui sabemos quanto é importante o momento da poda para obtermos a boa colheita!

Recordo uma passagem pelos Açores em setembro com muitas açucenas à beira das estradas. A um dado momento o guia corrigia dizendo: “aqui nós chamamos a estas flores – meninas vamos para a escola, porque elas dão no momento em que as escolas começam!” Boa lição, pois tudo na vida tem o seu tempo, mesmo que os tempos estejam mudados! Desejo a todos bom início e bom ano letivo e bom ano de catequese.

ACONTECE NA PARÓQUIA DA RIBEIRA BRAVA

. Agenda de Setembro

   35º Aniversário da Entrada dos Dehonianos (SCJ) na R. Brava

    27. Encontro de Catequistas no salão, 20H

  1. 30. Encontro de pais da Catequese após a missa das 10H

❷. Inscrições para quem vem pela 1ª vez para a catequese de 2ª a 6ª feira, 8H30-11H. Trazer cédula de vida cristã,sff. Os outros anos já estão inscritos

❸. Catequistas precisam-se! Ficámos com menos 3, logo, precisamos de mais 3 catequistas. Haja boa vontade!

❹ Festas em setembro!

  1. Nª Sª das Dores/ Nª Sª da Piedade
  2. 21. São Mateus, Apóstolo e Evangelista
  3. 22. Beato João Maria da Cruz (pp. da congregação SCJ)
  4. 29. Santos Anjos: Miguel, Gabriel e Rafael

❺.A Província Portuguesa dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos) tem novo governo provincial que inicia funções a 17 de Setembro. O Pe. Bernardino Trindade,scj, faz parte deste novo governo, nomeado pelo Geral da congregação, Pe. Luís Suarez, que é natural das Canárias.

❻. A Universidade Sénior tem abertas as inscrições na Câmara Municipal da Ribeira Brava até 31 de outubro.

 

❼. Refletindo…

«Foi precisamente para curar a nossa natureza das suas antigas feridas e purificá-la da corrupção do pecado, que o Filho Unigénito se faz também Homem, de modo que não Lhe faltasse nem a humanidade em toda a sua plenitude. Por conseguinte, se percorrermos o caminho dos seus mandamentos e não nos envergonharmos de confessar tudo o que fez pela nossa salvação na humildade do seu Corpo, também nós teremos parte na sua glória!» (cf. Serão 15 sobre a Paixão de S. Leão Magno)

 

Mesa da Palavra – XXII Domingo Comum B
 
 1ª Leitura: Is 50, 5-9 – O Senhor Deus abriu-me os ouvidos, e eu não resisti, nem recusei. 6 Aos que me batiam apresentei as espáduas, e a face aos que me arrancavam a barba; não desviei o meu rosto aos que me ultrajavam e cuspiam. 7 Mas o Senhor Deus veio em meu auxílio; por isso não sentia os ultrajes. Endureci o meu rosto como uma pedra, pois sabia que não ficaria envergonhado. 8 O meu defensor está junto de mim. Quem ousará levantar-me um processo? Compareçamos juntos diante do juiz! Apresente-se quem tiver qualquer coisa contra mim. 9 O Senhor Deus vem em meu auxílio; quem ousará condenar-me? Cairão todos esfrangalhados, como roupa velha, roída pela traça.»

Salmo: Andarei na presença do Senhor, sobre a terra dos vivos! (Sl 114(115)

 2ª Leitura: Tg 2, 14-18 – De que aproveita, irmãos, que alguém diga que tem fé, se não tiver obras de fé? Acaso essa fé poderá salvá-lo? 15 Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e precisarem de alimento quotidiano, 16 e um de vós lhes disser: «Ide em paz, tratai de vos aquecer e de matar a fome», mas não lhes dais o que é necessário ao corpo, de que lhes aproveitará? 17 Assim também a fé: se ela não tiver obras, está mesmo morta. 18 Mais ainda: poderá alguém alegar sensatamente: «Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me então a tua fé sem obras, que eu, pelas minhas obras, te mostrarei a minha fé.

Evangelho: Mc 8, 27-35 – Jesus partiu com os discípulos para as aldeias de Cesareia de Filipe. No caminho, fez aos discípulos esta pergunta: «Quem dizem os homens que Eu sou?» 28 Disseram-lhe: «João Baptista; outros, Elias; e outros, que és um dos profetas.» 29 «E vós, quem dizeis que Eu sou?» -perguntou-lhes. Pedro tomou a palavra, e disse: «Tu és o Messias.» 30 Ordenou-lhes, então, que não dissessem isto a ninguém. 31 Começou, depois, a ensinar-lhes que o Filho do Homem tinha de sofrer muito e ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e pelos doutores da Lei, e ser morto e ressuscitar depois de três dias. 32 E dizia claramente estas coisas. Pedro, desviando-se com Ele um pouco, começou a repreendê-lo. 33 Mas Jesus, voltando-se e olhando para os discípulos, repreendeu Pedro, dizendo-lhe: «Vai-te da minha frente, Satanás, porque os teus pensamentos não são os de Deus, mas os dos homens.» 34 Chamando a si a multidão, juntamente com os discípulos, disse-lhes: «Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. 35 Na verdade, quem quiser salvar a sua vida, há-de perdê-la, mas quem perder a sua vida por causa de mim e do Evangelho, há-de salvá-la.

As Festas de São Pedro e do Senhor….

«As Festas de São Pedro e do Senhor …» Vamos celebrar a Festa de São Pedro (28/29 junho) e a Festa do Senhor  (1/2 julho). Por razão de força maior estas movem a todos em virtude da carga humana e simbólica que comportam e transmitem. A festa de São Pedro é uma festa...

read more

«Já sei o nome do noivo!…»

«Já sei o nome do noivo!…» O mês de junho pode ser considerado o mês da "alegria popular" pois realizam-se as festas dos três santos populares, onde o nosso povo dá azas à alegria e ao contentamento. A fé e as tradições realizam uma simbiose tal, compreensível à luz...

read more

«A folha de trevo!…»

Realizada a Festa do Pentecostes demos por terminado o tempo pascal e retomamos o Tempo Comum na Liturgia na IX semana. Neste tempo realizamos as festas dos santos e da Virgem Maria. Neste domingo celebraremos a Solenidade da Santíssima Trindade, uma das Solenidades...

read more

Ascensão!

«Ascensão…» Este domingo faz-nos viver a festa da Ascensão de Jesus ao céu. Como aos Apóstolos Jesus nos convoca ao anúncio e ao testemunho da fé nos ambientes em que vivemos e nas diversas situações e circunstâncias da vida do nosso mundo. Esta festa é celebrada 40...

read more

Semana da Família!…

«Semana da família!…» Iniciamos no Domingo passado a Semana da Vida e nela o tema da família. Neste fim de semana temos várias celebrações e festas da família para nos chamar a atenção para este assunto deveras importante e tão caro a todos nós, não fossemos cristãos,...

read more

«Sou filha do Espírito Santo!…»

  «Sou filha do Espírito Santo!…» Iniciamos a bom ritmo as Visitas do Espírito Santo na Ribeira Brava e já temos festeiros para todos os sítios. É caso para dizer: «Graças a Deus e a quem se dispôs a fazer este serviço!» Vale pela boa experiência de levar a alegria, a...

read more

«Reconheceram-n’O!…

«Reconheceram-n'O!…» O Evangelho deste domingo (Lc 24,13-35), Páscoa III é uma bela catequese do Evangelista Lucas sobre a identidade dos cristãos, dos  sinais e dos símbolos que identificam os seguidores de Jesus. É uma bela página da Eucaristia e do alto significado...

read more

Visitas do Espírito Santo

«Visitas do Espírito Santo!…» Iniciamos neste domingo as Visitas do Divino Espírito Santo na paróquia da Ribeira Brava, mais concretamente às famílias que nos diversos sítios da paróquia, queiram receber a visita e abrem as suas casas para esta visita. Sabemos também...

read more

SEMANA SANTA

A Semana Santa! O Domingo de Ramos como o nome indica, com a bênção dos ramos, dá-se início à Semana Santa que decorre até ao Domingo de Páscoa . É a semana maior do ano visto celebrarmos a centralidade do mistério Cristão: Paixão Morte e Ressurreição de Jesus. É a...

read more