A Festa de São Bento, Padroeiro da Ribeira Brava

«A Festa de São Bento!…»

Entre nós a preparação próxima da festa do padroeiro começa com a Procissão dos Passos no domingo que antecede a festa, denominada de Semana de São Bento, pois todas as celebrações são-lhe dedicadas de modo que conhecemos e aprofundamos a vida, a espiritualidade e a obra do santo, chamado de “Pai da Europa” na configuração espiritual e na unidade civilizacional de matriz cristã. Aos beneditinos é-lhes pedida que mantenham acesa a luz da fé pela Europa que parece esquecer as suas raízes. Assim vemos ainda hoje um facho acesso na gruta de Subiaco, que albergou São Bento na descoberta da sua vocação. Fazemos uma caminhada espiritual a fim de refletirmos o ideal apontado por ele.

Na ladainha de São Bento invocámo-lo: “Santo Pai abençoado e ajuda nas tribulações!” Diz o papa Gregório Magno ao descrever a vida do santo que o seu nome indica, que ele é “bendito – sagrado – abençoado” no nome e na vida e por isso é para nós uma bênção de Deus. É ajuda nas dificuldades, socorro e conforto. Esperança e mediador que aponta os caminhos de Deus. Jovem fez a sua caminhada: na gruta de Subiaco, amadureceu física e espiritualmente, na simbólica do cesto (comida) e espiritual (na oração e direção espiritual de um sacerdote amigo) até à maturidade no Monte Cassino. Em tempos conturbados vai propor a estabilidade de vida e para tal escreve a Regra, que ele próprio aplica a si  e aos monges e na dimensão maior à escala europeia, que levou a ser chamado de Pai e Padroeiro da Europa.

Na vida são necessárias regras, normas, ordem, disciplina, orientação. Talvez esteja a faltar uma regra que nos oriente a todos e por aí não se ouviria falar em “violências e bullyings…” Ele também viveu tempos conturbados numa época  avassaladora e numa Europa dividida e com invasões. Hoje lemos a situação na vaga de refugiados que é necessário acolher. Ele foi chama de Deus e esperança, de gente simples, de reis e de príncipes, devido aos tempos de crise que teve de enfrentar. Deu alimento pela dedicação ao trabalho: manual e intelectual. Os seus discípulos tinham de viver de acordo com o seu lema: ora et labora – oração e trabalho! Fonte de riqueza espiritual e humana. Incentivou a cultura e a educação, mas nada “anteponha ao serviço de Cristo!” Precisamos de revisitar a figura de São Bento. O seu báculo está virado para dentro, indicando que a sua autoridade é exercida para o interior das comunidades e das famílias e assim chegar ao exterior e influenciar positivamente as vidas! São Bento nos proteja e nos guarde. Boa Festa para todos vós!

AGENDA PARA MARÇO DE 2018

. AGENDA DO MÊS DE MARÇO

17 – Véspera de São Bento, 19H30

18 – Festa S. Bento: Missa da Festa e Procissão, 15H

19 – Dia do Pai/Discípulos do Mestre: Missa/Procissão, 20H

  1. Os festeiros são a Confraria de São Bento, a Paróquia e o Povo. Pede-se aos Encarregados dos sítios que recolham as ofertas. Obrigado a todos.

 

25-31 – Semana Santa/01 abril

  1. Confissões da Quaresma,8h30-11H
  2. Confissões Catequese, (4º ao 10º ano), 10H
  3. 25. Domingo de Ramos-Bênção Ramos no Largo Herédia,9H45
  4. 29- quinta feira Santa: Ceia, Lava-Pés, Adoração, 20H.

    30.6ª feira Santa – Laudes(9H) e Paixão/Enterro do Senhor (19H)

     31. Sábado Santo – Laudes (9H) e Vigília Pascal (21H)

1.Abril-Domingo Páscoa-Exposição SSS(9H) Procissão/Missa(9H30)

 

Visitas do Espírito Santo.

DOMINGO 8 DE ABRIL

AchadaTem Festeiro

Pico – Não tem Festeiro

Cova e Caminho Chão- Não tem Festeiro

 

DOMINGO, 15 DE ABRIL

APRESENTAÇÃO – Não tem Festeiro

VALE E BARREIRO – Não tem Festeiro

MEIA LÉGUA – Não tem Festeiro

 

DOMINGO, 22 DE ABRIL

LOMBO CESTEIRO – Não Tem Festeiro

FAJÃ DA RIBEIRA – Não Tem Festeiro

 

DOMINGO, 29 DE ABRIL                              Pede-se às famílias / casais

CRUZ BANDA ALÉM – Não Tem Festeiro    dos sítios o favor de alguém se

ESPIGÃO – Não tem Festeiro                        dispor a fazer este serviço!

FAJÃ DA URTIGA – Não Tem Festeiro

 

DOMINGO, 6 DE MAIO

POMAR DA ROCHA – Não tem Festeiro

CABOUCO, FONTE PINHEIRO, CRUZ E CALDEIRATem Festeira

MURTEIRA – Não tem Festeiro

 

DOMINGO, 13 DE MAIO

FURNA – Não tem Festeiro

MURO E MOINHOS 1Tem Festeiro.

MURO E MOINHOS 2-Não tem Festeiro

 

DOMINGO 20 DE MAIO

VILA 1 – Tem Festeira

VILA 2 – Não Tem Festeiro

MORENO,TERÇA, PEDRA MOLE E FAJÃ DAS FLORESTem Festeira

❸.Renúncia Quaresmal: Fundo Social Diocesano e projeto de edificação e restauro de casas saqueadas aos cristãos perseguidos no Iraque

MESA DA PALAVRA

Leituras do V Domingo da Quaresma

1ª leitura: Jer 31, 31-34

2ª Leitura: Heb 5, 7-9

Evangelho: Jo 12, 20-33

Leituras da Festa de São Bento

1ª Leitura: Prov 2, 1-9

2ª Leitura: Ef 3, 14-19

Evangelho: Mt 19,27-29

 

«Tomando a palavra, Pedro disse-lhe: «Nós deixámos tudo e seguimos-te. Qual será a nossa recompensa?» 28 Jesus respondeu-lhes: «Em verdade vos digo: No dia da regeneração de todas as coisas, quando o Filho do Homem se sentar no seu trono de glória, vós, que me seguistes, haveis de sentar-vos em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. 29 E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos ou campos por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá por herança a vida eterna

 A todos os devotos de São Bento desejo-vos boa festa e as melhores Bênçãos de Deus por intercessão do nosso Padroeiro com «ORA ET LABORA!»

Natal na Ribeira Brava

Natal: Nasceu o Deus Menino! O ambiente circundante destes dias nos indica que já estamos na Festa/no Natal e tudo converge para este grande acontecimento: " O Verbo fez-se homem e habitou entre nós" (cf. Jo 1,14). O facto de dizermos que já estamos na Festa,...

read more

As Missas do Parto

As Missas do Parto…     «Cantemos, cantemos cheios de alegria. Louvemos o doce nome de Maria Anjos e pastores, vinde em harmonia. P'ra louvar o Parto da Virgem Maria» Esta semana iniciamos as Missas do Parto, precisamente no dia 15 de Dezembro até ao dia 23 pelas 6h...

read more

Imaculada Conceição

Imaculada Conceição… Continuamos na paróquia o roteiro das novenas e festas dedicadas à Virgem Maria em cada uma das capelas e por fim teremos todos a centralidade das celebrações na igreja matriz com as Missas do Parto e celebrações de Natal. Neste aspeto realizamos...

read more

Advento

   Advento… O ano da Liturgia da Igreja é diferente do ano civil. O ano civil começa a 1 de janeiro e o ano litúrgico começa no Domingo I do Advento, no domingo a seguir à festa de Cristo Rei e termina com a festa litúrgica de Cristo Rei. Este é composta por 34...

read more

PHN

PHN    Este fim de semana dá início às Novenas das festas que irão conduzir-nos até ao Natal. São as festas da Apresentação (19/20 Novembro) e da Conceição (7/8 dezembro). Cada qual na respetiva capela, mas que nos une a todos no louvor da Virgem Maria. Pelo meio da...

read more

Monte da Caveira

O Monte da Caveira!… O mês de novembro é marcado pelo dia do Pão-por-Deus ou dia de todos os santos e pelo dia das Almas, Fiéis Defuntos ou Finados. Novembro é conhecido como o mês das almas, pois é neste mês, que em geral recordamos com saudade os defuntos: família,...

read more

ACONTECE NA PARÓQUIA ❶. PEREGRINAÇÃO jubilar no arciprestado da Ribeira Brava e Ponta do Sol, DOMINGO, 30 DE OUTUBRO - PROGRAMA: 15H30- Concentração das paróquias na Frente Mar 15H40- PEREGRINAÇÃO - Rua Visconde - igreja matriz - PORTA SANTA 16H10-...

read more

Peregrinação Jubilar

      No decorrer de um ano santo a Igreja propõe aos fiéis uma peregrinação a um santuário ou a uma igreja com a faculdade dos fiéis poderemaí obterem a indulgência, o perdão dos pecados. O jubileu é um ano de graça e um tempo favorável do encontro com Deus. Por isso...

read more

Peregrinação Jubilar

PEREGRINAÇÃO JUBILAR DAS PARÓQUIAS ARCIPRESTADO DA RIBEIRA BRAVA E PONTA DO SOL IGREJA MATRIZ DA RIBEIRA BRAVA DOMINGO, 30 DE OUTUBRO DE 2016       PROGRAMA   15H30 - CONCENTRAÇÃO DAS PARÓQUIAS NA FRENTE MAR DA R. BRAVA  15H40 - PEREGRINAÇÃO: RUA VISCONDE - IGREJA...

read more

PORTA SANTA

PORTA SANTA O ano jubilar teve início em Roma com o gesto:A abertura da Porta Santa pelo Papa(8 Dezembro). Este gesto constitui um momento fundamental.Ao fechar marca o términus do Ano Santo vivido. A partir da abertura em Roma, as diocese fazem a abertura da porta...

read more