«Tu não precisas disso para nada!…»

«Tu não precisas disso para nada!…»

Uma vez passada a azáfama das festas e dos crismas e com o bom tempo que chegou (salvaguardando o pensar de cada um…), a disposição melhora e a atenção também e por isso mais atentos para ver e ouvir o que se passa ao redor.  Espero que as famílias tenham tempos de convívio e encontro com os seus de modo a cimentar a amizade e a familiaridade. Tudo é bom quando serve o bem comum. Gente satisfeita com a vida gera ambiente saudável e fraterno.

Já se ouve gente querendo voltar à escola e graças a Deus que assim é, mal seria se a vontade fosse de afastar-se. Também temos tido inscrições para a catequese, mas o despertar acontece quando começa a mesma e a escola. Haja um marco para tudo também nestas coisas. Os avós ajudem os netos também nestas coisas da fé! Sim, porque os pais não têm tempo! Assim se ouve! Mas há sempre algo que esta coisa da “falta de tempo” não diz nem explica tudo. Já diz o Coeleth que há tempo para tudo. Temos de programar ou fazer que o “não ter tempo,” até pode ser o tal ponto de apoio que Arquimedes necessitava e nós  próprios, para levantarmos a nós mesmos, o nosso mundo e o mundo em que vivemos. Recordemos o que diz Jesus: ” Eu sou o Caminho a Verdade e a Vida!” Também aqui encontramos o verdadeiro apoio para levantar o nosso mundo.

Nestes dias tenho andado a magicar para não dizer a mastigar numa frase de uma mãe para a filha e tentar chegar à razão da resposta que simplesmente ouvi. Como sempre as catequistas na catequese dão conselhos às crianças, pois está claro. Não podia ser de outro modo! A criança lembrava-se bem que lhe tinha sido dito na catequese que nas férias também se rezava e se vinha à missa. Ao passar perto da igreja e sabendo ela que ia haver missa dizia à mãe que queria ir à missa. Meio intrigada com a conversa da filha a mãe diz-lhe: «Ó filha, tu não preciso disso para nada!…» Escusado será dizer que a menina neste caso tinha feito a 1ª comunhão há pouco tempo! E há cada história…Ao menos quer a filha na catequese, vou pensar que quer o melhor na educação, também a religiosa. A prática/a vivência estão às avessas. Valha-nos Deus que é superior a tudo isto! Ainda se fosse por aqui, mas isto só acontece ao longe!

A coerência tem de fazer parte do nosso universo. Somos todos católicos como se houve dizer, até somos, quando nos convém, mas convir tem de ser sempre, como o 70X7, que Jesus dizia a Pedro. Faço eco de S. Bento no início da Regra assim: “Escuta ó filho as palavras do mestre!”  Que de melhor pedir? Boas férias e/ou bom trabalho!

Mesa da Palavra – XXI Domingo Comum B  
   
   1ª Leitura: Jos 24, 1-2.15-18 – Josué reuniu todas as tribos de Israel em Siquém, e convocou os seus anciãos, chefes, juízes e oficiais; todos se apresentaram diante de Deus. 2 Então, Josué disse a todo o povo: «Eis o que diz o Senhor, Deus de Israel: ‘Vossos pais, Tera, pai de Abraão e de Naor, habitavam ao princípio do outro lado do rio e serviam outros deuses. 15 E se vos desagrada servi-lo, então escolhei hoje aquele a quem quereis servir: os deuses a quem vossos pais serviram, do outro lado do rio, ou os deuses dos amorreus cuja terra ocupastes, porque eu e a minha casa serviremos o Senhor.» 16 O povo respondeu, dizendo: «Longe de nós abandonarmos o Senhor para servir outros deuses! 17 Pois o Senhor nosso Deus é que nos tirou, juntamente com nossos pais, da terra do Egipto, da casa da escravidão, e realizou aqueles maravilhosos prodígios aos nossos olhos; Ele guardou-nos ao longo de todo o caminho que tivemos de percorrer, e entre todos os povos pelos quais passámos. 18 O Senhor expulsou diante de nós todas as nações e os amorreus que habitavam na terra: também nós serviremos o Senhor, porque Ele é o nosso Deus.»

2ª Leitura: Ef 5, 21-32 –  Submetei-vos uns aos outros, no respeito que tendes a Cristo: 22 as mulheres, aos seus maridos como ao Senhor, 23 porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da Igreja -Ele, o salvador do Corpo. 24 Ora, como a Igreja se submete a Cristo, assim as mulheres, aos maridos, em tudo. 25 Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela, 26 para a santificar, purificando-a, no banho da água, pela palavra; 27 Ele quis apresentá-la esplêndida, como Igreja sem mancha nem ruga, nem coisa alguma semelhante, mas santa e imaculada. 28 Assim devem também os maridos amar as suas mulheres, com o seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. 29 De facto, ninguém jamais odiou o seu próprio corpo; pelo contrário, alimenta-o e cuida dele, como Cristo faz à Igreja; 30 porque nós somos membros do seu Corpo. 31 Por isso, o homem deixará o pai e a mãe, unir-se-á à sua mulher e serão os dois uma só carne. 32 Grande é este mistério; mas eu interpreto-o em relação a Cristo e à Igreja.

Evangelho: Jo 6, 60-69 – 60 Depois de o ouvirem, muitos dos seus discípulos disseram: «Que palavras insuportáveis! Quem pode entender isto?» 61 Mas Jesus, sabendo no seu íntimo que os seus discípulos murmuravam a respeito disto, disse-lhes: 62 «Isto escandaliza-vos? E se virdes o Filho do Homem subir para onde estava antes? 63 É o Espírito quem dá a vida; a carne não serve de nada: as palavras que vos disse são espírito e são vida. 64 Mas há alguns de vós que não crêem.» De facto, Jesus sabia, desde o princípio, quem eram os que não criam e também quem era aquele que havia de o entregar. E dizia: 65 «Por isso é que Eu vos declarei que ninguém pode vir a mim, se isso não lhe for concedido pelo Pai.» 66 A partir daí, muitos dos seus discípulos retrocederam e já não andavam com Ele. 67 Então, Jesus disse aos Doze: «Também vós quereis ir embora?» 68 Respondeu-lhe Simão Pedro: «A quem iremos nós, Senhor? Tu é que tens palavras de vida eterna! 69 Por isso nós cremos e sabemos que Tu é que és o Santo de Deus.»

 

ACONTECE NA PARÓQUIA

. AGENDA DE AGOSTO

  1. 26. Passeio Paroquial (não há missa às 8h30)

❷.Agenda de Setembro

  1. 10. Encontro de Arciprestados: Calheta e Ribeira Brava/ Ponta do Sol na Serra de Água
  2. 27. Encontro de Catequistas no salão, 20H
  3. 30. Encontro de pais da Catequese após a missa das 10H

❸. PASSEIO PAROQUIAL DA RIBEIRA BRAVA no domingo 26 de agosto no seguinte percurso: Ribeira Brava, (8h30 e carros nos sítios às 8h) – Serra de Água – S. Vicente (pequeno almoço) – Porto Moniz – Santa (almoço)- Ponta do Pargo (farol), Fajã da Ovelha, Paul do Mar, Estreito Calheta, Calheta (Atouguia – Missa às 18h – Lanche) – Loreto, Arco da Calheta, (via expresso), Madalena, Ponta do Sol – Tabua) – Ribeira Brava, 20H). Agradeço os erviço de inscrições para os carros. Obrigado a todos. Bom passeio!

❹. Inscrições para quem vem pela 1ª vez para a catequese de 2ª a 6ª feira, 8H30-11H. Trazer cédula de vida cristã,sff. Os outros anos já estão inscritos.

❺. Missa dos Ex-Combatentes do concelho da Ribeira Brava no dia 2 de setembro

11H30 – Missa na igreja da Ribeira Brava.

12H30 – Homenagem aos militares falecidos no cemitério

13H00 – Almoço no Borda de Água

Inscrições: Pe. Simões(Capelão Militar), Tel. 968041678

Mail: Goncalves.simoes@sapo.pt

❻. Oração – Não sou digno!

«Eu não sou digno, Senhor, não sou digno de que entreis,

Vós que sois o Rei dos reis, em mim, que sou pecador.

Apenas sou quem sabeis: fome e sede, anseio e dor,

Alma de navegador, em tempestades cruéis.

Mas dizei uma palavra, uma palavra somente,

E minha alma será salva »,( cf. Moreira das Neves, Hóstia Florida)

 

«Três coisas há nesta igreja!…»

«Três coisas há nesta igreja!…» Os inícios de um novo ano permitem um acertar de agulhas, colocar em marcha o barco da vida e traçar as rotas para chegarmos a bom porto. A sabedoria e a prudência aconselham a termos um plano alternativo para não ficarmos "encalhados"...

read more

«Uns Magos vindos do oriente…»

«Uns Magos vindos do oriente...» A Festa dos Reis vem completar e dar sentido ao Natal. Dizemos que o Menino Jesus veio para todos e "este vir para todos " tem a máxima expressão na Festa dos Reis Magos, festa que declama a universalidade do Natal, hoje diríamos a...

read more

«Dai-nos as Festas Felizes!…»

« Dai-nos as Festas felizes!...» A celebração das Missas do Parto iniciam as celebrações do Natal, na preparação próxima, intensiva e espiritualmente alegre. Exigem esforço, abnegação, constância e fé, enchendo a todos de júbilo e contentamento. É admirável madrugar e...

read more

MISSAS DO PARTO!…

«Missas do Parto!...» Não há dúvida que entre nós o melhor anúncio da Festa/do Natal, são as Missas do Parto, celebradas com entusiasmo, alegria e paixão! São o referencial de "Festa/Natal" e constituem parte do espírito natalício, vivido em ambiente festivo. O bem...

read more

«Advento!…»

«Advento!...» Estamos a iniciar na liturgia um novo ano, - Ano B - com o tempo do Advento. Este tempo nos prepara para o Natal. Neste percurso temos a Festa da Imaculada Conceição que nos abre ao mistério do Natal. A Virgem Maria, é bem celebrada neste mês de...

read more

«Só tenho pena de não levar o dinheiro!…»

«Só tenho pena de não levar o dinheiro!...» Continuamos neste mês de Novembro a viver de modo mais intenso a saudade em relação aos que mais próximos de nós, sejam da família sejam da paróquia, fizeram caminho connosco ou de algum modo estão na nossa vida, porque...

read more

«Todos Santos…»

«Todos santos!...» O mês das almas como chamamos ao mês de novembro vem focar a nossa existência na centralidade do binómio vida/morte. Para nós crentes o «viver e morrer é em Cristo Jesus» e intensificamos esta espiritualidade ainda no apóstolo Paulo: «Não sou eu que...

read more

«Mês das Almas!…»

«Mês das Almas!...» Vivemos com plena alma missionária o mês de outubro, recordando os nossos missionários e entrámos nesta semana no mês de novembro com um forte apelo da Igreja à santidade. Logo no 1º dia com a celebração de "Todos os Santos - também aqueles sem...

read more

Outubro: Mês do Rosário e das Missões

«Outubro: Mês do Rosário e das Missões!...» Continuamos a vivência do mês das Missões e da celebração do Centenário das Aparições da Virgem em Fátima aos três pastorinhos de Aljustrel: Lúcia, Francisco e Jacinta. A Virgem lança àquelas crianças um convite de...

read more

«Outubro: Mês do Rosário e das Missões»

«Outubro: Mês do Rosário e das Missões!...» Entramos num mês rico e denso em significado humano e espiritual. Celebramos a Senhora do Rosário a 7 de outubro em que a oração do Terço e das Avé-Marias fez parte do rezar do povo cristão ao longo dos séculos. Continuamos...

read more