«Uns Magos vindos do oriente…»

«Uns Magos vindos do oriente…»

A Festa dos Reis vem completar e dar sentido ao Natal. Dizemos que o Menino Jesus veio para todos e “este vir para todos ” tem a máxima expressão na Festa dos Reis Magos, festa que declama a universalidade do Natal, hoje diríamos a “globalização do Natal” nas personagens chegadas a Jerusalém, vindo do oriente! Chegam em busca do “Messias” e guiados por uma estrela, conforme o relato evangélico de Mateus. Não são judeus, mas são gente inquieta/buscadora/investigadora do eterno e que segundo as profecias devia nascer em Belém de Judá (cf. Mt 2) a quem reconhecem como Deus: “viemos adorá-Lo” (cf. Mt 2). O relato não dá pormenores quanto ao número, nacionalidade, nomes, língua, raça, nação!.Afirma tão só ” uns magos vindos do oriente!”. Numa ida a Belém a guia palestiniana cristã dizia que os persas no séc. VI não destruíram o lugar da natividade porque havia mosaicos gravados na entrada com personagens vestidas à maneira persa. Entra-se no local abaixando-nos em sinal de humildade, pela pequena porta, que dá acesso à Basílica da Natividade. É um sinal incerto da origem dos magos, certamente! A fé diz-nos que o Menino nasceu para todos e nisto os magos simbolizam-no bem. O povo celebra este dia como o Dia de Reis e a liturgia da Igreja celebra a “Epifania – a manifestação de Deus ao Mundo”.

Quem entra na gruta do nascimento encontra uma estrela de 8 pontas com uma lamparina acesso no centro. É a luz de Jesus que ilumina os povos. As 8 pontas representadas na estrelas, simbolizam 4+4, os braços da cruz, presente no presépio com a perseguição de herodes. Com 6 pontas, 2 triângulos, simboliza a Virgem Maria, na função de Mediadora entre o céu e a terra: Ela esteve em Belém e no Calvário. Conduz-nos até Jesus, seu Filho. Como os Magos, avivamos também a alegria da presença de Deus, isto é, presença do Bem, e como eles, tenhamos a ousadia e a coragem de tomar outros caminhos, que não os de confronto ou teimosia perante as forças adversas. Não nos deixamos levar por impulsos e entu- siasmos momentâneos. A ponderação, a sabedoria e a argucidade devem fazer parte das opções e das decisões, e nunca perder o principal objetivo: viver na presença de Deus!

Acontece na paróquia da Ribeira Brava

. AGENDA de janeiro

07.Domingo de Reis-Vila (7H,10H,17H). Concerto de Reis, 9H30

  1. 14. Preparação do Crisma na missa das 10H
  2. 17. Encontro Movimentos paroquiais, Conselho Pastoral e Assuntos Económicos para programação Pastoral de 2018 no salão às 20h

18-25. Semana da Unidade

23-25. Atualização de Clero e Leigos

  1. 27. Festa do Pai Nosso – 2º Ano de Catequese, 17H

❷.Agradecemos a colaboração Festas Natal:

Alpendre Decorações tudo o necessário e a própria decoração da igreja, grupos da Casa do Povo da Ribeira Brava, CMRB, flores, coro paroquial, grupos do concerto, agrupamento CNE da Ribeira Brava, Encarregados dos sítios e pessoas dos sítios que realizaram os convívios e todos os que colaboraram com as suas ofertas. RDP Madeira/Antena1 e Internacional, pela transmissão das Missas do Parto. A todos os intervenientes no concerto de Natal e a presença de todos nestas festas.

❸. Peregrinação à Terra Santa de 11-18 de julho de 2018 A paróquia da Ribeira Brava organiza em colaboração com a agência Brava Tour uma peregrinação à terra Santa de 11 a 18 de Julho. Em Regime de pensão completa. Não inclui bebidas às refeições. Preço: 1.580,00€ por pessoa. Inscrições na agência ou paróquia. Necessário o passaporte, CC e NIF.(ver programa,sff.). Inscrições até o mês de março por exigência da companhia aérea.

 ❹. Passeio ao Sul de França de 10 a 16 Fevereiro de 2018.

Já está em pagamento o passeio para assegurar os lugares.

«CONVIDO CADA CRISTÃO, A RENOVAR HOJE MESMO O SEU ENCONTRO PESSOAL COM JESUS. NÃO HÁ MOTIVO PARA PENSAR QUE ESTE CONVITE NÃO LHE DIZ RESPEITO JÁ QUE NINGUÉM ESTÁ EXCLUIDO DESTA ALEGRIA!…(A ALEGRIA DO EVANGELHO 3)

 

Mesa da Palavra – Ano B – Dia de Reis – Epifania

1ª Leitura: Is 60, 1-6 – Levanta-te e resplandece, Jerusalém, que está a chegar a tua luz! A glória do Senhor amanhece sobre ti! 2 Olha: as trevas cobrem a terra, e a escuridão, os povos, mas sobre ti amanhecerá o Senhor. A sua glória vai aparecer sobre ti . 3 As nações caminharão à tua luz, e os reis ao esplendor da tua aurora. 4 Levanta os olhos e vê à tua volta: todos esses se reuniram para vir ao teu encontro. Os teus filhos chegam de longe, e as tuas filhas são transportadas nos braços. 5 Quando vires isto, ficarás radiante de alegria; o teu coração palpitará e se dilatará, porque para ti afluirão as riquezas do mar, e a ti virão os tesouros das nações. 6 Serás invadida por uma multidão de camelos, pelos dromedários de Madian e de Efá. De Sabá virão todos trazendo ouro e incenso, e proclamando os louvores do Senhor.

2ª Leitura: Ef 3, 2-3.5-6 – Com certeza, ouvistes falar da graça de Deus que me foi dada para vosso benefício, afim de realizar o seu plano: 3 que, por revelação, me foi dado conhecer o mistério, tal como antes o descrevi resumidamente. 5 que, não foi dado a conhecer aos filhos dos homens, em gerações passadas, como agora foi revelado aos seus santos Apóstolos e Profetas, no Espírito: 6 os gentios são admitidos à mesma herança, membros do mesmo Corpo e participantes da mesma promessa, em Cristo Jesus, por meio do Evangelho.

Evangelho Mt 2, 1-12 – Tendo Jesus nascido em Belém da Judeia, no tempo do rei Herodes, chegaram a Jerusalém uns magos vindos do Oriente. 2 E perguntaram: «Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo.» 3 Ao ouvir tal notícia, o rei Herodes perturbou-se e toda a Jerusalém com ele. 4 E, reunindo todos os sumos sacerdotes e escribas do povo, perguntou-lhes onde devia nascer o Messias. 5 Eles responderam: «Em Belém da Judeia, pois assim foi escrito pelo profeta: 6 E tu, Belém, terra de Judá, de modo nenhum és a menor entre as principais cidades da Judeia; porque de ti vai sair o Príncipe que há-de apascentar o meu povo de Israel.» 7 Então Herodes mandou chamar secretamente os magos e pediu-lhes informações exatas sobre a data em que a estrela lhes tinha aparecido. 8 E, enviando-os a Belém, disse-lhes: «Ide e informai-vos cuidadosamente acerca do menino; e, depois de o encontrardes, vinde comunicar-mo para eu ir também prestar-lhe homenagem.» 9 Depois de ter ouvido o rei, os magos puseram-se a caminho. E a estrela que tinham visto no Oriente ia adiante deles, até que, chegando ao lugar onde estava o menino, parou. 10 Ao ver a estrela, sentiram imensa alegria; 11 e, entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, adoraram-no; e, abrindo os cofres, ofereceram-lhe presentes: ouro, incenso e mirra. 12 Avisados em sonhos para não voltarem junto de Herodes, regressaram ao seu país por outro caminho.

“O número 2…”

«O número 2!…» Os passeios são sempre motivo de convívio, cultura, enriquecimento, partilha e também novidade. Há "estórias" que se ouvem e outras que se contam, marcando os momentos e até a vida, permanecendo no imaginário dos participantes. Assim, não resisto em...

read more

«Quem dizem os homens!…»

«Quem dizem os homens!…» O Evangelho deste domingo vem colocar-nos a questão da fé ou seja que cada um de nós se defina perante Deus. Logo questiona as nossas certezas e dúvidas como as seguranças, as aquisições, dados e direitos adquiridos. Bom seria se questionasse...

read more

Em agosto, haja festas!…

« Em agosto, haja festa!…» O mês de agosto é vivido entre nós numa festa contínua tendo em vista a profusão das festas que se realizam nas nossas paróquias e capelas, seja a cargo de festeiros ou do povo. Somos um povo festivo com muitas tradições religiosas e...

read more

«Os avós…»

« Os Avós…» Nesta semana celebrámos São Joaquim e Santa Ana, no dia 26 de julho, dia da morte de Santa Ana, que coincidiu com a dedicação da sua basílica em Constantinopla (atual Istambul - Turquia), conhecidos e tidos como avós do Menino Jesus. É verdade que os...

read more

As Férias

«As Férias…» Apesar de falarmos da problemática dos exames e suas épocas, não deixamos de sentir que as férias para a grande maioria dos estudantes já estão a acontecer e os intervenientes muito dificilmente mantém atitudes de estudo e trabalho. O calor do verão não...

read more

As Festas de São Pedro e do Senhor….

«As Festas de São Pedro e do Senhor …» Vamos celebrar a Festa de São Pedro (28/29 junho) e a Festa do Senhor  (1/2 julho). Por razão de força maior estas movem a todos em virtude da carga humana e simbólica que comportam e transmitem. A festa de São Pedro é uma festa...

read more

«Já sei o nome do noivo!…»

«Já sei o nome do noivo!…» O mês de junho pode ser considerado o mês da "alegria popular" pois realizam-se as festas dos três santos populares, onde o nosso povo dá azas à alegria e ao contentamento. A fé e as tradições realizam uma simbiose tal, compreensível à luz...

read more

«A folha de trevo!…»

Realizada a Festa do Pentecostes demos por terminado o tempo pascal e retomamos o Tempo Comum na Liturgia na IX semana. Neste tempo realizamos as festas dos santos e da Virgem Maria. Neste domingo celebraremos a Solenidade da Santíssima Trindade, uma das Solenidades...

read more

Ascensão!

«Ascensão…» Este domingo faz-nos viver a festa da Ascensão de Jesus ao céu. Como aos Apóstolos Jesus nos convoca ao anúncio e ao testemunho da fé nos ambientes em que vivemos e nas diversas situações e circunstâncias da vida do nosso mundo. Esta festa é celebrada 40...

read more

Semana da Família!…

«Semana da família!…» Iniciamos no Domingo passado a Semana da Vida e nela o tema da família. Neste fim de semana temos várias celebrações e festas da família para nos chamar a atenção para este assunto deveras importante e tão caro a todos nós, não fossemos cristãos,...

read more