Pagina Inicial Ora Et Labora Horário Liturgico Projecto Pastoral Museu Casamento Baptismo Fotografias Historial
 
 
 
Menu Principal
Inicial
Historial
Horário Litúrgico
Ora et Labora
Actividades
Fotografias
Centro Social
Links Gerais
Paroquia da Ribeira Brava
Missa Nova
Museu
Casamentos
Baptismo
Horário da Catequese
Celebrações da Catequese
Projecto Pastoral
Oração da S- Bento
Quem está Em Linha
Estatísticas
Visitas: 208670
Contactos

Telf - 291 952 172
Fax - 291 957 958
Sugestões - paroquia_ribeirabrava
@netmadeira.com

Morada - Rua Comachos Nº20
9350-214 Ribeira Brava

 
Inicial
Descrição
Ora et Labora

« Gratidão!...»


Celebramos neste Domingo a «Exaltação da Santa Cruz». Esta festa é celebrada a 14 de Setembro e este ano cai num Domingo. Esta festa está ligada à devoção da relíquia da cruz, depois do seu descobrimento /achamento, pelo séc. IV com a Mãe de Costantino, Santa Helena. Difundiu-se a partir de Jerusalém para todo o Oriente. No Ocidente temos o 1º testemunho na biografia do Papa Sérgio I (séc. VII). Olhamos e contemplamos o Crucificado que fez-se "obediente até à morte e morte de cruz" (2ª leitura). Deus cura da mordedura da serpente na condição que todo aquele que ousasse olhar após ter "sido mordido, se olhar para ela, ficará vivo!" (1ª leitura), prenúncio do sinal maior, o Messias elevado na cruz. É uma loucura para os gregos e um escândalo para os judeus É manifestação da força e do poder de Deus. S. Paulo vai longe ao dizer que aceita o Cristo que me amou e se entregou por mim! Logo o seu viver é Cristo Crucificado, que manifestou a sua hora (evangelho).
Deus continua a enviar sinais da sua comunhão para connosco. Logo termos a devida gratidão a Deus e a quem manifesta a sua presença no meio de nós. Quero em nome pessoal e da paróquia da Ribeira Brava manifestar e dizer publicamente um muito obrigado pela presença da Irmãs da Apresentação de Maria, em particular a Comunidade das Irmãs na Casa da Avé Maria. Estão na paróquia desde 21 de Novembro de 1993. Está à vista a presença grata e todo o trabalho e empenho pastoral feito entre nós. Há já um ano que o assunto vem sendo tratado e não sendo possível adiar mais, quero dizer toda a minha gratidão pela ajuda e apoio nesta paróquia e também no Arciprestado da Ribeira Brava e Ponta do Sol. Na 2ª feira as Irmãs fecham a Comunidade Religiosa dando por terminada a presença entre nós. Falta de vocações e velhice são as razões invocadas pelas superioras da Congregação. São 21 anos de presença. A semente lançada, frutifica. Deus sabe quando e como. Esta há-de ser distribuída por Deus a seu tempo. Queiram as Irmãs receber todo o nosso obrigado e oração amiga.

Pe. Trindade,scj


AO RITMO DA PALAVRA

1ªLeitura: Nm 21, 4-9 - Do monte Hor, os israelitas partiram pelo caminho do Mar dos Juncos para contornar a terra de Edom, mas cansaram-se na caminhada. O povo falou contra Deus e contra Moisés: «Por que nos fizestes sair do Egipto? Foi para morrer no deserto, onde não há pão nem água, estando enjoados com este pão levíssimo?» Mas o Senhor enviou contra o povo serpentes ardentes, que mordiam o povo, e por isso morreu muita gente de Israel. O povo foi ter com Moisés e disse-lhe: «Pecámos ao protestarmos contra o Senhor e contra ti. Intercede ao Senhor para que afaste de nós as serpentes.» E Moisés intercedeu pelo povo. O Senhor disse a Moisés: «Faz para ti uma serpente abrasadora e coloca-a num poste. Sucederá que todo aquele que tiver sido mordido, se olhar para ela, ficará vivo.» Moisés fez, pois, uma serpente de bronze e fixou-a sobre um poste. Quando alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, vivia.

2ª Filp 2, 6-11 -. Ele, que era de condição divina, não se considerou, como numa usurpação, igual a Deus, antes, se esvaziou a si mesmo, tomando a condição de servo. Tornando-se semelhante aos homens e sendo, ao manifestar-se, identificado como homem, rebaixou-se a si mesmo, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. Por isso mesmo é que Deus o elevou acima de tudo e lhe concedeu o nome que está acima de todo o nome, para que, ao nome de Jesus, se dobre todo o joelho, o dos seres que estão no céu, na terra e debaixo da terra; e toda a língua proclame: "Jesus Cristo é o Senhor!", para glória de Deus Pai.

Evangelho: Jo3, 13-17 - Pois ninguém subiu ao Céu a não ser aquele que desceu do Céu, o Filho do Homem. Assim como Moisés levantou a serpente no deserto, assim também é necessário que o Filho do Homem seja levantado ao alto, a fim de que todo o que crê nele tenha a vida eterna. Tanto amou Deus o mundo, que lhe entregou o seu Filho Unigénito, a fim de que todo o que crê nele não se perca, mas tenha a vida eterna. De facto, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele.

VIDA PAROQUIAL


1. INSCRIÇÕES PARA A CATEQUESE para as crianças que vêm pela 1ª vez continuam em aberto no Horário do Cartório: 4ª 5ª e 6ª feira, 8h30-11h e fins de semana, antes e após as missas. Favor trazer a cédula do Baptismo no acto da inscrição. As outras crianças já estão inscritas e por isso não precisam de fazer a matrícula.

2. OS BOMBEIROS DA RIBEIRA BRAVA estão a precisar da nossa ajuda. Uma forma concreta de ajudar são os particulares, as famílias e as empresas contribuírem com tinta para a manutenção do Quartel. Os donativos podem ser dados em tinta ou em dinheiro. Os donativos abatem nos impostos, fazem-nos sócios dos Bombeiros e dão descontos nos serviços dos Bombeiros aos ofertantes( espera-se não usar, mas na necessidade tudo vale). Para mais informações passar no Quartel. Ajudar a quem nos ajude é urgente! Pensem no assunto sff!

3. CONNGRESSO DOS 500 ANOS DIOCESE DO FUNCHAL, decorre de 17 a 20 de Setembro no Funchal.

4. CATEQUESE: Reunião Catequistas de programação Catequese na 4ª feira, 24 de Setembro no Salão, 20h. Encontro de Pais de todos os anos de Catequese no Domingo 28 de Setembro após a missa das 10h.

5. CATEQUISTAS novos ou não são precisos para o novo ano de catequese. Gostaria que mais alguém disponibilize algum do seu tempo para esta tarefa e missão: "ajuda a Pais no ensino/transmissão da fé."

6. AGRADECIMENTO E RECONHECIEMNTO pela presença da Comunidade Religiosa das Irmãs da Congregação da Apresentação de Maria na paróquia da Ribeira Brava. Entrada a 21 de Novembro de 1993 e Saída a 15 de Setembro de 2014. Podemos dizer que são 21 anos de presença grata. Cada um terá certamente uma história a contar. O melhor "conto" está na memória das pessoas, das famílias e da paróquia.